AlimentacãoSaúde

9 melhores alimentos probióticos para a saúde

alimentos probióticos

A alimentação é muito importante para o nosso organismo. É por meio dela que vitaminas, minerais, açúcares e outras substâncias são repostas. Só dessa forma é que conseguimos manter nosso corpo funcionando da maneira correta.

Afinal, qualquer nutriente que falta já resulta em consequências, como cansaço, perda de memória, falta de disposição, entre outros sintomas. Dentre todos os alimentos que precisamos consumir estão os probióticos.

O que é um alimento probiótico?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os alimentos probióticos incluem em sua composição micro-organismos vivos que auxiliam no processo de fermentação e fazem bem para a saúde, se consumidos em quantidades adequadas.

Esses micro-organismos agem no intestino, melhorando a flora intestinal (bactérias que já vivem no intestino). Dessa forma, eles desenvolvem um papel de protegê-la dos organismos patogênicos. Isso contribui para uma melhor digestão.

É recomendado que consumamos alimentos probióticos. Sendo assim, a seguir seguem alguns alimentos que você pode começar a consumir com mais frequência.

Alimentos probióticos para inserir na alimentação

1. Kefir

O kefir é uma bebida à base de água ou leite. Independente do alimento principal em que as bactérias se desenvolvem, o kefir auxilia na melhora da flora intestinal e pode proporcionar benefícios de cura ao intestino.

Para quem não consome leite por conta da intolerância, pode consumir o kefir de leite sem nenhum problema, pois o kefir neutraliza o efeito da lactose no estômago. Essa bebida fermentada pode reduzir em até 70% o inchaço e o gás provocado pelo consumo da lactose.

kefir

Leia mais: Kefir de água de coco – uma bebida altamente saudável

2. Picles

O picles também é uma ótima opção de alimento probiótico. Porém, para obter os benefícios dos probióticos, é preciso consumir os picles que são, de fato, fermentados.

3. Kvass

O kvass é uma bebida de origem russa. Seu modo de preparo é parecido com o da cerveja, porém é utilizado pão preto ao invés de cevada. O kvass também pode ser preparado com beterraba.

A beterraba é a fonte de amido e o soro de leite auxilia no processo de fermentação. A beterraba é fonte de fibra dietética e potássio. Assim, quando fermentada, as propriedades digestivas são aumentadas.

kvass

4. Cerveja e vinho

Tanto a cerveja como o vinho passam por um processo de fermentação para serem produzidos. Mesmo após o processo de fermentação, as vitaminas do grão de cevada sobrevivem. Essas vitaminas auxiliam na diminuição da formação de coágulos sanguíneos e no bom colesterol.

Já o vinho é uma boa fonte de antioxidantes, que combatem os radicais livres. Isso tem efeito na nossa saúde, mantendo o sistema imunológico forte e retardando o envelhecimento.

5. Chucrute

O chucrute é um prato em que se tem couve-branca ou repolho fermentado, rico em lactobacillus ou bifidobacterium. Esse prato restaura o pH do intestino delgado, auxilia na digestão e na absorção dos nutrientes.

6. Kombucha

A kombucha é uma bebida fermentada feita com chá-preto ou verde e com uma cultura de leveduras e bactérias, conhecida com Scoby. Ele proporciona benefícios à flora intestinal e é bem refrescante no verão.

Apenas evite consumir o kombucha pasteurizado ─ aquele que você encontra na prateleira do supermercado. Isso porque, ele não trará benefícios ao seu intestino.

kombucha

Leia mais: 15 bebidas probióticas para curar seu intestino

7. Kimchi

O kimchi é de origem asiática. Ele é um prato fermentado feito com repolho, cebolinhas e rabanetes, com pasta temperada de pimenta vermelha, pó do kelp ou camarão salgado.

A cultura de bactérias encontrada no kimchi é a Lactobacillus Brevis. Segundo os pesquisadores da Universidade Kyung Hee, na Coreia, ele conseguiu diminuir o peso de ratos que estavam se alimentando de uma dieta rica em gordura.

8. Miso

O Miso é um prato da culinária japonesa. Ele é feito a partir da fermentação da soja com sal e koji (um fungo chamado Aspergillus oryzae). Além de ser uma proteína completa (com 9 aminoácidos essenciais) ele fortalece o sistema imunológico e estimula o sistema digestivo.

miso

9. Pão fermentado

O pão fermentado é feito a partir do processo de fermentação, em que bactérias quebram o açúcar e o glúten da farinha de trigo. Isso resulta em um pão rico em proteínas, minerais e vitaminas.

Como se pode perceber, os alimentos probióticos são fundamentais para a nossa saúde. Por isso, é interessante adicioná-los na nossa alimentação. Porém, é importante consumi-los com moderação, pois, tudo em excesso faz mal.

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Vegetariana por amor ao próximo e praticante de Yoga por amor a si. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

1 Comentário

  • Quando eu era criança, probiótico era sinônimo de leite fermentado. Hoje isso mudou, agora sabemos que os probióticos naturais estão a nossa disposição em uma série de alimentos, inclusive naqueles que já faziam parte de nossas refeições.
    Parabéns pelo artigo

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: