EntretenimentoFilmes e Documentários

Inspire-se com a série “Big Dreams, Small Spaces” e crie seu jardim

Jardim

Muitas vezes temos um bom espaço no quintal, mas não sabemos por onde começar a transformá-lo em um jardim. Isso pode acontecer, pois não sabemos quais são as melhores plantas, como cuidar delas, quais elementos vão compor o jardim ou como utilizar o espaço da melhor forma.

Na série “Big Dreams, Small Spaces” também conhecemos outras pessoas que estão passando pelas mesmas dificuldades que nós ao tentar criar seus jardins. Às vezes, elas nem mesmo tem um espaço muito amplo, mas querem dar vida ao lugar com o colorido das plantas.

Para ajudar nessa tarefa, as pessoas recebem em suas casas Monty Don, um jardineiro amador que apresenta o programa e sugere como o jardim de cada família será.

Monty Don
Fonte: Video Clump

|Leia mais: 6 produções documentais da Netflix sobre viagens inusitadas|

Como funciona a série?

Na série, cada episódio mostra a criação do jardim de duas famílias. Primeiro a família fala um pouco sobre o que ela espera que tenha no jardim e qual o orçamento que tem disponível para o projeto, depois Monty observa o projeto e dá dicas e soluções para melhorá-lo. A partir disso a própria família começa a criar seu jardim.

Assim, eles precisam mexer na terra, plantar e criar o espaço planejado. Durante esse processo, eles conhecem um pouco sobre tipos de plantas e design de jardins ao visitar alguns lugares com Monty.

Durante a concepção do projeto, Monty visita as famílias para ajudar em algum problema que surgiu ou para dar dicas extras. Assim, Monty dá um norte e a família coloca a ideia do jardim em prática. Além disso, é estipulado um prazo para a finalização do espaço. Assim, as pessoas se compromete e se planejam para finalizarem o jardim.

Como aprender com a série?

A série tem três temporadas disponíveis na Netflix. Cada uma tem de cinco a seis episódios. Sendo assim, são apresentados diferentes tipos de jardins, pequenos e grandes, sem forma e com forma, de concreto ou mais naturais. Dessa forma, você vai encontrar seu jardim em, pelo menos, um dos episódios.

Além disso, Monty dá muitas dicas sobre paisagismo, plantio e tipos de plantas. Ele indica quais as melhores épocas para plantá-las, qual o melhor local para plantá-las, qual o melhor design para o que a família deseja, entre outras dicas.

Apesar da série se passar no Reino Unido, é possível aplicar os aprendizados aqui no Brasil. Basta se guiar pelas estações.

Big Dream, Small Spaces
Fonte: BBC

|Leia mais: A verdade sobre a felicidade: onde encontrá-la?|

Você vai aprender que certas plantas são mais indicadas para lugares mais à sombra, como as samambaias. Já outras precisam de sol, como as plantas frutíferas.

Em cada episódio você aprende algo diferente sobre plantas e sobre como montar um jardim. Assim, é possível ir aplicando esses aprendizados em seu próprio jardim.

Por exemplo, quando temos um espaço pequeno, é preciso utilizar as paredes e os muros se quiser ter muitas plantas. Assim, é possível fazer uma horta vertical. Utilizar os muros e as suas bordas é uma boa forma de ter plantas e um espaço para caminhar pelo seu jardim.

Quando o espaço é grande é preciso tomar cuidado para não exagerar na quantidade de ideias. Afinal, o segredo para que o jardim seja lindo é ser simples. Não simples de ter poucas plantas, mas simples em suas ideias.

Se o seu jardim é feito para as crianças o utilizarem, é importante plantar plantas sensoriais. Elas podem ter texturas diferentes, cheiros e cores. Por exemplo, você pode plantar ervas aromáticas nas bordas dos caminhos de passagem. Assim, ao tocá-las as crianças podem sentir seus aromas.

Confira o seriado e se encante com a simpatia de Monty e de diversos jardins que podem ser criados. Você vai gostar das diferentes ideias, elas serão uma boa inspiração para criar o seu próprio jardim.

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

Deixe um comentário