ReflexõesSaúde

8 maneiras sobre como manter o equilíbrio durante as eleições

equilíbrio

O clima das eleições tem alterado os ânimos e provocado brigas e discussões nas famílias e também nas redes sociais. Muitas informações falsas têm circulado e as pessoas tem deixado o ódio e a violência prevalecerem durante as conversas. Pensando nisto resolvemos listar 8 maneiras de você manter o equilíbrio durante as eleições.

1. Faça uma pausa antes de responder

Quando lemos ou ouvimos algo que fere os nossos valores, algo que sabemos que não é verdadeiro, o primeiro impulso é responder e atacar. Existe até o ditado: “A melhor defesa é o ataque”. Porém, agindo dessa forma o confronto será apenas maior, pois a pessoa que falou ou compartilhou aquela informação pode desconhecer a verdade, ou pode acreditar naquela mentira, por mais que você mostre fatos. Estudos científicos explicaram por que os fatos não mudam a forma como as pessoas pensam. Esse fenômeno é chamado de “confirmation bias”, em português seria “Viés de confirmação”, que é a tendência das pessoas adotarem informações que apoiem suas crenças e rejeitarem informações que as contradigam.

Fazendo uma pausa você consegue controlar o impulso de atacar e analisar se vale a pena ou não contra-argumentar com aquela pessoa.

2. Aproveite a pausa para meditar

Mudar o foco do que está te irritando pode ser uma forma de desviar a atenção. Existem alguns aplicativos para celular que contém meditações guiadas, que podem te ajudar, caso você nunca tenha praticado meditação. Nesse post do Jardim do Mundo falamos sobre três aplicativos que podem te ajudar na hora de meditar: Headspace, Sattva, Insight Timer.

Caso a raiva seja muito grande você também pode meditar para aliviar esse sentimento, usando como guia esse vídeo ou esse áudio.

3. Participe do movimento “Beba água e alimente a paz”

"Beba água e alimente a paz"

Como funciona?

A ideia básica da campanha “Beber água e alimentar a PAZ” é fazer com que cada um de nós, na hora de beber água… a qualquer momento, mentalize a frase…

O MUNDO ESTÁ EM PAZ E EU TAMBÉM!

Sem nenhum esforço, seremos milhões de pessoas por hora, repetindo, orando ou mentalizando a frase…

O MUNDO ESTÁ EM PAZ E EU TAMBÉM!

Vamos formar um fluxo de vibração de alta frequência em favor da paz. O poder da oração se multiplicará toda vez que alguém aderir ao movimento.

De acordo com a física quântica, a repetição sistemática de pensamentos, músicas, palavras cria meios propícios que facilitam a concretização dos objetivos de mentalização.

4. Utilize a CNV – Comunicação Não-Violenta para se comunicar

empatia

Marshall Rosenberg, escritor do livro “Comunicação Não-Violenta – Técnicas Para Aprimorar Relacionamentos Pessoais e Profissionais” afirma que “Por trás de todo comportamento existe uma necessidade. E todo ato de violência é uma expressão trágica de uma necessidade não atendida”. A pessoa que está agindo de maneira violenta podem estar agindo dessa forma pois alguma necessidade dela não está sendo atendida. Pode ser que ela esteja com medo, da mesma forma que você, mas cada pessoa reage de uma forma. Usar a CNV para se comunicar pode ajudar. No livro o autor explica quais são os 4 passos da CNV:

1. Identificação dos fatos (livre dos meus julgamentos)

Por exemplo, ao invés de dizer: Você sempre faz isso, ou você nunca me respeita, pontue os fatos: Na última semana fez comentários ofensivos na minha postagem no Facebook.

2. Identificação dos meus sentimentos naquela situação

Seja honesto em relação ao que você sente, diga por exemplo: Eu fiquei muito triste com a sua atitude.

3. Identificação das minhas necessidades (atendidas ou não)

Identifique qual necessidade sua não foi atendida e demonstre isso. Por exemplo: Para mim, manter o respeito é muito importante. Escrever palavras grosseiras é um desrespeito à minha opinião. Poder expressar minha opinião livremente é um valor para mim.

4. Com base nos passos acima, fazer pedidos específicos à outra pessoa

O quarto passo pede que você faça um pedido específico para a outra pessoa, nesse exemplo poderia ser: Te peço que você não faça mais comentários usando palavras ofensivas e de ódio nas minhas postagens.

5. Desabafe com amigos

 

amigos

Se você tem amigos que costumam te acolher, que você se sente seguro para compartilhar os seus sentimentos, desabafe sobre o que você está sentindo. Nada melhor do que um ombro amigo que ofereça uma escuta empática.

6. Mantenha a vibração elevada

Quando ficamos chateados, nos deixamos abater e nossa vibração cai. Com isso ficamos mais sensíveis e mais suscetíveis à negatividade. Manter a vibração elevada é muito importante para não piorarmos a situação. Uma maneira de fazer isso é lendo ou ouvindo textos de filosofia.

Um livro que pode ajudar chama-se “O Caibalion”, texto que se propõe a explicar as 7 leis universais enunciadas pelo sábio egípcio Hermes Trismegisto. No capítulo 9, ele fala sobre “A Vibração”. No vídeo abaixo é possível assistir a leitura comentada feita pela professora Lúcia Helena Galvão Maya, da Nova Acrópole, uma organização filosófica presente em mais de 50 países desde 1957, e tem por objetivo desenvolver em cada ser humano aquilo que tem de melhor, por meio da Filosofia, da Cultura e do Voluntariado.

7. Adote um ritual diário “Apenas por hoje”

Se diariamente começarmos o nosso dia com frases positivas, isso pode funcionar como uma proteção para os acontecimentos externos que irão acontecer ao longo do dia e a forma como iremos reagir a eles. Não temos controle sobre os estímulos externos, mas temos controle sobre a nossa mente e se a exercitarmos diariamente nos fortalecemos.

Nesse post que escrevemos, ensinamos uma visualização curta, que pode ser feita logo que você sai da cama, antes de entrar nas redes sociais ou de acessar o WhatsApp, por exemplo. Essas frases te ajudarão a aliviar o estresse e começar bem o dia.

8. Busque ajuda de um profissional

Psicóloga

Se essas dicas acima não forem suficientes para você conseguir lidar com a situação, procure ajuda de um profissional. O ambiente do consultório de um psicólogo, psicanalista ou terapeuta pode ser uma ambiente seguro para você desabafar caso esteja se sentindo muito sobrecarregado e triste, caso você tenha brigado com pessoas próximas e não esteja sabendo como lidar com a situação.

Se você tiver mais dicas de como  manter o equilíbrio durante o período das eleições, compartilhe com a gente. Vamos criar um ambiente saudável e de paz ao nosso redor.

Natalie Andreoli
escrito por:Natalie Andreoli
Sou paulistana e desde 2009 decidi me mudar para a ilha da Magia (Florianópolis, SC), pois sentia falta do contato com a natureza. Sou neta de italianos e aprendi desde pequena a gostar de mexer na terra e cuidar das plantas, quando ajudava meu pai com a hortinha dele. Sou bióloga MSc., educadora ambiental e aromaterapeuta. Adoro aprender e compartilhar assuntos que proporcionem uma vida em melhor harmonia consigo mesmo, com os outros seres e com o planeta.

2 Comentários

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: