Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
Faça Você MesmoPermaculturaReceitasSustentabilidade

Aprenda como tingir tecidos e fibras naturais utilizando plantas

fustic_with_yarn_wide_view_massive

Há uma variedade de plantas que podem ser usadas para se produzir corantes vegetais. Podemos sugerir algumas plantas bem conhecidas em muitos países. No entanto, cada área terá as suas próprias plantas que podem ser usadas para se preparar os corantes. Peça o conselho de pessoas mais idosas. Experimente e teste plantas diferentes.

A receita básica para o cozimento do corante, que vai servir para os exemplos a seguir é:

  • um dos pigmentos citados abaixo
  •  1 litro de água fervente
  •  tecido de sua escolha, aqui vamos usar uma camiseta branca de algodão
  •  tempo e paciência = tecidos coloridos!

 

  • Deixe a camiseta por 5 minutos em água fria. Isto ajudará o tecido a “agarrar” melhor o corante natural;
  • Torça o tecido para retirar a água;
  • Coloque o pigmento e 1 litro de água para ferver durante uns 30 minutos;
  • Retire a panela do fogo e mergulhe a peça de roupa nessa mistura durante pelo menos 1 hora. Vá mexendo de vez em quando com uma colher para garantir um tingimento homogêneo;
  • Depois de retirar a peça de roupa da panela, passe o tecido por água até que a água comece a correr limpa;
  • Quando necessário antes de colocar o tecido no corante, você deve deixa-lo por 24 horas de molho em um mordente, enxaguar bem para retirada do mordente e só então coloca-lo no corante;

Você pode melhorar o resultado final adicionando um agente de fixação ou mordente ((mordentes são minerais, tais como alume, cobre ou ferro, que ajudam a cor da tintura a se ligarem a fibra. Podem ser comprados em lojas de ferragens ou drogarias).

Curcumã ou Açafrão da Terra

  • Use 3 colheres de curcumã para 1 litro de água

Este é um excelente corante para começar, pois é facilmente encontrado (você provavelmente tem algum em sua cozinha).

Ele não precisa de um mordente para ajudar a cor aderir à fibra

A curcumã produz um amarelo dourado solar.

 Repolho Roxo

  • Use um cabeça para 1 litro de água

Use a cabeça do repolho para produzir roxos e lilases lindos ou mesmo outros tons de azul. Além disso, as folhas externas do repolho,  produzem os mais belos verdes suaves.

Alumem é um ótimo mordente para usar com repolho – vai ajudar o corante aderir o tecido e vai intensificar a cor.

Cascas de cebola roxa

  • Use a casca de 10 cebolas para 1 litro de água

Você pode ser  “maluco” como nós, economizando até mesmo suas cascas de cebola para o tingimento! Cascas de cebola roxa produzem marrons ricos e quentes, enquanto cascas de cebola comum produzem belos amarelos.

Cenoura roxa

  • Use 10 cenouras para 1 litro de água

Cheio de cor, estas cenouras produzem azul, roxo ou lilás super impressionante. Basta cortar em pedaços e ferver em água, em seguida, reduza o fogo e adicione o tecido de sua escolha!

Você poderia plantar uma fileira delas em seu quintal e produzir sua própria cor!

Cravos

Facilmente encontrados, os cravos produzem cores que vão do laranja, amarelo ao verde.

É outro ótimo corante para começar a experimentar a tinturaria.

Eucalyptus cinerea

  • Use 500g de folhas para 1 litro de água

Esta é uma das minhas favoritas. Uma tinta em forma de planta, o Eucalyptus cinerea tem folhas arredondadas e prateadas.

As folhas verde-prata, de um cheiro absolutamente incrível, são  um corante tradicional a muito tempo esquecido  e produzem uma cor laranja-elétrico muito louca!

Você vai se sentir como um mago quando usar este corante vegetal.

Romãs

  • Cascas de 5 romãs para 1 litro de água

Você só precisa das cascas da fruta para conseguir um belo corante suave de amarelo cremoso ou cinza, de modo que você pode comer seu romã e tingir com ele depois!

Outros grandes corantes que você poderia encontrar em sua cozinha ou quintal, são: serragens provenientes de diferentes árvores, sementes de abacate, folhas de amora, manjericão roxo, sabugueiro, batatas roxas, amoras, cenouras e urtiga.

Inspirou?

Jardim do Mundo
escrito por:Jardim do Mundo
Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

5 Comentários

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos