EntretenimentoVida Natural

A Grandiosidade de Se Sentir Pequeno

grandioso ser pequqno

Você já se sentiu abduzido por um por-do-sol estupendo? Já sentiu estar conectado ao todo ao avistar uma paisagem de tirar o fôlego? Sabe aquela sensação de ficar sem palavras com aquele céu estrelado que de repente te surpreende com uma estrela cadente?

São nesses momentos que percebemos a grandeza do mundo e temos aquela sensação de plenitude, maravilhamento, ou simplesmente uma profunda paz.

Ao mesmo tempo, estamos percebendo o quanto somos pequenos em relação ao todo.

Pequeno, Porém Grande

Pode parecer contraditório, mas se sentir pequeno nos revela um potencial interior inter-conectado à força criativa do universo.

Me explico: se sentir pequeno nos traz a humildade e a honra de fazer parte desse mundão sem fim. Nos recorda do fato que entramos nessa dança do universo em um especifico instante, contexto, lugar, ao redor de certas pessoas, etc..

Isso é um milagre, uma dádiva da qual frequentemente nos esquecemos, damos pouco valor ou simplesmente ninguém nos ensinou.

Se sentir pequeno em relação ao mundo reacende dentro de nós aquela luzinha que estava abafada e sem vida. Nos faz valorizar a nossa existência, que muitas vezes é suprimida, até por nos mesmos, que constantemente duvidamos do nosso valor.

E porque se sentir pequeno em relação ao mundo nos faz nos valorizarmos? Porque nos lembramos da grandiosidade tão imponente que é muito mais forte do que nós. E por cima de tudo, nos lembramos, mesmo que inconscientemente, que foi essa energia que nos criou. Somos a mesma coisa dessa imensa magia da criação, pois somos filhos dela.

Ao nos sentirmos pequenos parece que estala dentro essa iluminada consciência de que somos feitos da mesma substancia magica e inominável da natureza de tudo. Fica claro que nós também somos imensos.

O Pequeno é Parte do Grande (e nunca se sente sozinho)

Essa sensação nos recorda também que não somos os principais seres do mundo; mas que fazemos parte dele.

wild camping

Ela nos esclarece por alguns segundos que temos a nossa parte, mesmo que pequena, no todo. Nos faz sentir parte. Isso é importantissimo hoje, porque nunca se sofreu tanto de solidão. As pessoas mal conhecem os próprios vizinhos e têm medo dos desconhecidos.

Viramos uma sociedade tão individualista que a solidão virou epidemia.

Sempre achamos que para nos sentirmos bem precisamos estar com outro alguém. Mas na verdade, a primeira pessoa com quem devemos estar bem, é com nós mesmos.

Óbvio que somos seres sociais e que precisamos nos relacionar. Mas a primeira relação a ser cultivada é a boa relação consigo mesmo.

Mas a verdade é que nunca estamos sozinhos. Sempre tem em torno a nós um universo de coisas, e se estamos atentos, somos capazes de perceber que a todo momento o mundo está dando uma mova oportunidade de crescer e se reinventar.

O Grande ajuda o Pequeno, e o Pequeno é Indispensável ao Grande

O mundo está do nosso lado e ao nosso favor, se somente conseguimos nos abrir para isso e confiar na magia da vida.

É como se o mundo fosse nosso partner externo que oferece sempre novas oportunidades para nos ajudar.

pequeno parte do grande

Por isso que se sentir pequeno em relação ao todo é uma ótima experiência para perceber, mesmo que por instantes, a nossa unicidade. São nesses momentos de grande clareza e paz que atingimos uma sabedoria profunda e silenciosa que nos lembra quem somos na essência.

É essa essência que podemos compartilhar com o mundo para contribuir com a sua melhoria.

Por mais breve e fugaz que seja, é neste instante que temos a certeza de que somos únicos e insubstituíveis. Cada um tem talentos e recursos únicos e indispensáveis para contribuir com o mundo.

Quando expressamos esse potencial, nos realizamos e oferecemos ao mundo o que temos de melhor. E o mundo só tem a ganhar com isso.

Só você é você, e só você pode cuidar do seu espaço interior que reflete exatamente o que é o universo.

Nas palavras de Walt Whitman:

“Sou imenso, há multidões dentro de mim. Me contradigo. (…) Existo como sou, isso é o que basta”

Essa experiência de se sentir pequeno, mas grandioso, traz uma profunda humildade e paz.

Nos faz ter orgulho de fazer parte dessa imensa criação do universo e que ter a certeza de que somos importantes. Porque tudo aquilo que existe é porque merece viver! E viver bem!

grande no pequeno

Seja Grande no seu Pequeno

Se cada dia damos um pequeno passo na direção das nossas mais autênticas e reais aspirações, completaremos coisas grandiosas.

É só começar no seu pequeno, onde você está e nas circunstâncias que você se encontra. Não precisa dar o passo maior que as pernas.

Basta fazer pequenas ações todos os dias, que no fundo no fundo, sentimos que são as coisas certas. Isso leva à grandiosidade.

Significa dar dignidade e valorizar a própria vida. É um presente que só você pode se dar!

Valeu!

Isa

A sua grandeza é a sua natureza!

PS- Se curtiu e quer que esta mensagem chegue à mais pessoas, compartilhe. E sinta-se pequeno, porém grande, fazendo o exercício de inspiração na ecopsicologia, do Grilo em um Balão, que deixo como presente. Clique aqui para baixar.

Isa Gama
escrito por:Isa Gama
Após me Doutorar em Sociologia, conheci e me encantei pela Ecopsicologia. Fiz um Master em Ecopsicologia na Itália, tornando-me uma Ecotuner: uma nova e cativante profissão que reconecta os indivíduos com a natureza interior e exterior, conduzindo à Magia da vida! Acredito que os seres humanos têm o dever e o prazer de amar e proteger a Terra. Meu lema atual é: se o tempo vai passar de qualquer maneira, vou dedica-lo à realização dos meus sonhos!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos