Vida Natural

O que é Pilates e quais seus benefícios?

1

Pilates é um método desenvolvido pelo alemão Joseph Pilates muito difundido no continente americano em meados dos anos 60 e 70. Joseph, apaixonado pelas ideias de manter fortes e saudáveis mente e corpo para uma maior equilíbrio, desde cedo se interessou por exercícios físicos,yoga e nutrição, tendo a oportunidade de em sua vida adulta desenvolver sua própria série de exercícios e práticas, que viria a ser extremamente conhecida mundialmente.

Em meados de 1912, Joseph foi para a Inglaterra trabalhar como instrutor de auto-defesa. Durante a Primeira Guerra Mundial, Joseph Pilates foi preso junto a outros alemães como “inimigos estrangeiros”, e aproveitou, ao longo de seu confinamento, para refinar seu método junto aos outros internos, se valendo de adaptações dos próprios aparelhos locais e hospitalares para desenvolver suas séries de exercícios. Conta-se, que uma epidemia de gripe matou milhares de pessoas na Inglaterra em 1918, mas nenhum dos formandos de Joseph morreu, consagrando a eficácia de seu sistema.

Os ideais do Pilates foram difundidos, principalmente pela comunidade de dança na Alemanha, e Joseph, ao se mudar para os Estados Unidos, depois de sua libertação, abriu junto à Clara Zeuner, que viria a ser sua futura esposa, um estúdio de Pilates, colaborando para a disseminação do método na América.

Pilates e os 6 princípios:

1 – Concentração

O pilates demanda foco intenso, sendo que a maneira como os exercícios são executados é mais importante do que a execução final.

2 – Controle

Pilates é um método de “contrologia”, que visa o praticante estar em controle de todos os aspectos que compõe o momento do exercício, musculares, respiratórios, de resistência e equilíbrio dos aspectos mentais e físicos.

3 – Centro

O centro é o ponto focal do método, seu centro de força. Para o desenvolvimento dos exercícios os praticantes precisam conhecer e estabelecer seu centro. Dessa forma, os movimentos partem do centro individual e se estendem para o restante do corpo.

4 – Fluxo e eficiência dos movimentos

A técnica propõe que haja um fluxo dos movimentos propostos. Dessa forma, como citado no princípio anterior, é necessário que, para que o método seja eficaz, os exercícios sigam um fluxo de energia corporal, partindo do centro (core) se estendendo para o restante do corpo.

5 – Precisão

Vale mais a pena executar um único movimento com consciência e precisão do que uma série de movimentos sem esse foco. A qualidade da precisão é extremamente mais importante do que a quantidade de exercícios desenvolvidos.

6 – Respiração

“Acima de tudo, aprenda a respirar corretamente”. A respiração se alinha com a circulação e com o ritmo de cada movimento, por isso, para a prática, é essencial que haja consciência respiratória, e que a respiração esteja alinhada com o fluxo e precisão de cada movimento proposto.

Benefícios do Pilates:

  • Aumenta a resistência física e mental;
  • Alongamento e maior controle corporal;
  • Correção postural;
  • Aumento da flexibilidade, tônus e força muscular;
  • Alívio das tensões, estresse e dores;
  • Melhora da coordenação motora;
  • Maior mobilidade das articulações;
  • Estimulação do sistema circulatório e oxigenação do sangue;
  • Facilita a drenagem linfática e eliminação das toxinas;
  • Fortalecimento dos órgãos;
  • Aumento da concentração;
  • Trabalha a respiração;
  • Promove relaxamento.

Pilates3

Para entender como os princípios e técnicas se relacionam com nossa vida, saúde e bem-estar fomos conversar com a professora de Pilates Carol Vives.

Pergunta: Carol, como você desenvolveu seu interesse pelo Pilates, o que te levou ao método?

Meu interesse pelo Pilates surgiu de uma necessidade pessoal, ligada ao descobrimento de uma hérnia lombar , em 2002, aos 22 anos. A academia na qual trabalhava na época, em Porto Alegre, precisava implantar o método nas suas aulas coletivas (mat pilates ou pilates de solo) e então me prontifiquei a fazer o curso! Através dos treinos reforcei a musculatura lombar bem como melhorei a postura como um todo- a aí foi paixão à primeira vista!

Pergunta: Como o Pilates, tanto na prática quanto na teoria, influenciou na sua vida cotidiana e em outras atividades não necessariamente relacionadas à exercícios físicos?

O Pilates acabou se tornando um hábito ligado tanto a minha rotina de trabalho ministrando aulas coletivas na academia quanto na inclusão dos exercícios na minha serie pessoal de Musculação. A respiração e a concentração repetitiva que o método requer acabam influenciando na postura diária, melhorando desde uma tomada de decisão no trabalho até pegar no sono mais rapidamente antes de dormir!

Pergunta: Muitas pessoas tem a ilusão de ter que ter um determinado tipo físico para praticar o Pilates. Existe essa restrição?

Não. O método Pilates veio à popularização justamente pelo fato de incluir na sua prática todas as pessoas que vem de diversas indicações médicas, fisioterápicas ou meramente preventivas. Não há restrição quanto às pessoas, mas alguns exercícios precisam ser evitados caso haja alguma restrição específica de lesão articular, muscular, ligamentar, etc.

Pergunta: O que você falaria para nossas leitoras interessadas na prática?Uma única palavra que define o Pilates em todos os seus benefícios é “saúde”, pois estamos falado de uma técnica que envolve exercícios físicos onde atinge a consciência do corpo, onde nenhum músculo é tido como o principal ou melhor.

Eu aconselho sempre a prática do Pilates em diversos objetivos distintos que as mulheres possam ter em relação ao exercício. Uma pessoa que precisa ou quer perder peso , por exemplo, pode se fidelizar ao método e motivar-se para seu trabalho cardiovascular (aeróbico) que no caso seria o trabalho “mais indicado” num primeiro momento mas talvez nem tanto prazeroso! Uma coisa leva a outra, e, em se tratando de estímulo e motivação, não podemos desperdiçar interesse.

Carolina Vives é formada em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pós-graduanda em Fisiologia do exercício e Musculação e Treinamento de Força . Trabalha como personal trainer na academia Body Tech do Rio de Janeiro e ministra aulas de Pilates há 14 anos.

Depoimentos da autora e praticante de Pilates: O Pilates melhorou muito a força do meu abdômen e costas, passei a me sentir mais leve no dia-a-dia desde que comecei a praticar, mantendo minha postura alinhada sem fazer força para isso. Esse realinhamento postural e tonificação muscular facilitaram muito minha prática na corrida e em outros exercícios, pois o corpo e mente absorvem a consciência corporal que o Pilates proporciona naturalmente depois de um certo tempo.

Fontes: Pilates, Mais Equilíbrio, Revista Pilates

Print Friendly
Juliana Rodrigues
escrito por:Juliana Rodrigues
Sou formada em comunicação e estudo reiki, adoro psicologia, astrologia, artes e yoga. Amo viajar e descobrir outras formas de se ver o mundo e as belezas que a natureza nos dá. Acredito que a transformação e a capacidade de criação sejam uma das maiores bençãos do ser humano. Adoro criar e me recriar nos ciclos da vida, mantendo sempre o movimento.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos

%d blogueiros gostam disto: