SaúdeVida Natural

Felicidade – busque o seu equilíbrio emocional

Svelio-Garden-Rocker-1

Por: Ana Santos, colaboradora de Portugal

Se você tem metas para um ano, plante arroz. Se você tem metas para 10 anos, plante uma árvore. Se você tem metas para 100 anos, então eduque uma criança. Se você tem metas para 1000 anos, então preserve o meio Ambiente. – Confúcio

Serve de mote para o manifesto de 25 de Abril, o dia em que se comemora a Liberdade em Portugal: se a sua meta é a felicidade, liberte-se dos ismos – egocentrismo, comodismo e perfeccionismo. Estes levam-nos à negação de um todo maior do que nós, que é a Natureza…a nossa essência.

A boa notícia?! É que estamos sempre a tempo de nos libertarmos desses pensamentos e criar uma forma de viver mais sustentada na harmonia:

Ponha em prática o desapego e livre-se da crença que só somos felizes mediante a nossa aparência, as posses materiais ou estatuto social. Como defende o filósofo e pensador Bertrand Russel, “ser feliz é eliminar o egocentrismo.”

Vá com calma e com um sorriso para todo o lado. Mas vá mesmo!! Saia da sua zona de conforto; inove, contribua, coopere, faça a diferença, dê voz àqueles que têm dificuldade em fazer-se ouvir; faça da sua experiência e sapiência vetores de transformação, para que nas próximas gerações se cultive mais a respeitabilidade.

hug

Dedique tempo na procura do seu bem-estar; faça escolhas na base do que o(a) satisfaz. Tente enraizar esse sentimento e ele vai persegui-lo(a) por toda a vida, sem sequer nos inquietarmos em o procurar mais.

Faça da sua alimentação o seu medicamento e do seu quintal a sua farmácia; coma menos, mas melhor – mais fresco, mais local, em harmonia com o meio ambiente e com o seu organismo. Se não tem quintal, não se preocupe…procure bem, pois de certeza que encontrará bem perto um produtor local. O seu corpo agradece, o seu produtor também!…mas acima de tudo, a Natureza!

 

Objetive a sua felicidade, ponha-a em prática e partilhe!

 

Print Friendly
Ana Santos
escrito por:Ana Santos
Chamo-me Ana Santos, de Portugal. Adoro explorar a natureza em todas as suas formas, sentir a liberdade e o poder de viajar, fotografar, ter acesso à imensidão da arte (música, cinema, dança...) e da simplicidade da amizade. O que me move? a felicidade de poder viver e partilhar estilos de vida saudáveis e sustentáveis. Perguntam-me ainda hoje o que quero ser? e eu sempre digo: ser? nada; quero fazer!

1 Comentário

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos

%d blogueiros gostam disto: