Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
BikeSaúdeVida Natural

Que tal meditar enquanto pedala?

s_con_mountainbike

Ultimamente, está se tornando uma grande conveniência o uso das bicicletas para viagens e outras tantas operações do dia-a-dia … E por isso nós afirmamos … este é um tempo de qualidade para meditar! Por isso o Jardim do Mundo propõe a você um tipo particularmente interessante de meditação.

Mas: como meditar sobre a bike?

Pedale sem rumo. Há somente consciência no caminho…

Tudo começa quando chegamos a ela. Quando montamos a bicicleta nós ignoramos a ideia de chegar a lugar algum. Nos libertamos do destino.

Desconectado da ideia de chegar, apenas não se preocupe. Caberá simplesmente seguir o caminho!

Clique aqui e viaje conosco: de bike pelas mais belas paisagens do Circuito do Vale Europeu

Simplesmente confiamos, esquecemos, vamos para qualquer lugar com a mente atenta aos sons e a paisagem. Com todo o espaço mental livre, nos tornamos conscientes de nós, do caminho e da bike, o ambiente como um todo …

meditar

E se andarmos em qualquer direção, podemos fazê-lo na direção da vida, deixar ir, consciente de estar no caminho, independente de qual seja.

Meditação para grávidas: conexão profunda com o seu bebê

Podemos harmonizar-nos com os ritmos da natureza como quando passamos ao longo de uma praia, em frente a um jardim, quando vemos um nascer do sol ou pôr do sol, sentindo no rosto uma lufada de ar fresco.

Meditando sobre a bicicleta, com o pedalar consciente de nós mesmo, da estrada e das sensações físicas, tudo se move ao longo e sem chegar a lugar nenhum.

Conheça o fotografo que largou tudo para viajar de bike pelo mundo

Nós meditamos sobre a bike para não irmos a lugar nenhum. Ir é o próprio destino.

Prática:

Meditar sobre a bici é estar consciente …

Para meditar sobre a bicicleta, recomendamos que você deixe um pouco de tempo “extra” a mais do que o esperado.

Talvez 30% a mais do que o habitual pode ser suficiente, dependendo das características da estrada e sua prática de meditação. Para meditadores avançados ou com grande habilidade na bike, 10% pode ser mais do que suficiente.

Pedalar se tornou uma atitude ainda mais revolucionaria

A ideia por trás da ideia é a de que podemos nos dedicar a pedalar completamente, sem pressa, nutrindo-nos com cada pedalada, a cada metro vencido, e sem a nossa supervisão conceitual ativada.

Portanto, sua consciência deve estar livre de qualquer percepção, desconectada da realidade do ambiente e eventos através do qual você transita. E, especialmente, o pensamento de ter de chegar a algum lugar.

Você também pode coordenar a respiração com o curso do pedal. Você pode fazer alterações para ajustar os tempos e as cadências com as características de sua viagem e sua bicicleta.

Clique e conheça as 10 mais lindas ciclovias do mundo

A partir daí, uma vez que você sentir que você está focado em si mesmo, você pode começar a olhar a maneira como se seus olhos se comportam como  janelas através das quais você olha para fora e receber a luz do mundo, e o mesmo com os seus ouvidos, através do qual receberá os sons da realidade presente.

O mesmo pode ser feito com pensamentos. Quando desaparecer o sentimento de conexão direta com o meio ambiente você também pode assistir aos pensamentos.

Isso é o que você está fazendo no momento: percebendo a realidade, pedalando, observando o pensamento. Esta é uma boa maneira de recuperar a auto-consciência.

Nós também podemos jogar com a percepção, e reparar como a paisagem evolui, a luz, o atrito com o ar … enquanto nossa consciência permanece. Estamos ainda na bicicleta enquanto tudo muda. Nosso instrumento nos acompanha. Nós ainda movemos as pernas, e graças a isso o mundo se move em frente e ao nosso lado.

Como educar seu filho encima da bicicleta

E lembre-se sempre de encontrar um lugar para parar e perceber as sensações corporais e mentais que foram impregnadas durante a pedalada meditativa, ou fazer alternações em algumas partes do trecho. Juntamente com uma boa inspiração e expiração, ativamos o sorriso interior para continuar com alegria o nosso longo caminho da vida.

Jardim do Mundo
escrito por:Jardim do Mundo
Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

1 Comentário

  • Muito interessante a ideia de meditar pedalando. Já experimentei meditar sentada, deitada, de pé e caminhando. Sem dúvida tentarei também esta. Acredito que será um meio de contectar profundamente com a natureza

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos