AlimentacãoReceitas

Aprenda o segredo do hambúrguer vegano

2

Uma das coisas mais versáteis da dieta vegana é o hambúrguer: além de acompanhar qualquer coisa (pãozinho, salada, massa, …), eles são feitos com uma mistura de um pouquinho de tudo que é essencial para uma alimentação saudável. São necessários alguns testes para chegar a um resultado bacana de textura e consistência. Se o seu hambúrguer ficar seco, além de ruim, ele também vai se despedaçar facilmente. Agora, se ele ficar suculento e coladinho é gol.

Comecem os testes seguindo apenas uma fórmula básica:

x de proteína vegana

x/2 de legume

x/2 de farinha

Tempero à gosto. Cozinhar preferencialmente no forno (e não na frigideira, para ficar mais sequinho).

Só isso!

Entre as vantagens de optar por um hambúrguer sem carne, está o fato de que você pode variar muito nos ingredientes, utilizando vegetais, cereais, leguminosas e até mesmo a soja, que diferentemente do que muitos podem pensar, não é a melhor amiga do vegetariano/vegano.

Hambúrguer Vegano

Um exemplo para simplificar:

300g de lentilha

75g de abobrinha

75g de cenoura

100 a 200g de farinha de trigo

Cozinhe a lentilha (pode ser sem tempero, mas recomendo dar aquele “susto” na cebola e alho dourada no azeite) e guarde a água. Não é necessário cozinhar os legumes (melhor não, para manter suas propriedades o máximo possível). Misture tudo no mixer (se não tiver, pode ser no liquidificador) com uma gotinha da água do cozimento. A quantidade correta de farinha é quando dá para fazer bolinha com a massa na mão e amassar em formato de hambúrguer sem grudar (em torno de 150g a depender da farinha). Recomendo usar cominho e cúrcuma no tempero. Asse no forno só até ganhar consistência. Pronto!

Dá para rechear com queijos veganos, para misturar cogumelos, para colocar beterraba e deixar tudo rosa… O céu é o limite!

 

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta

Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana, vive entre uma comunidade ribeirinha no Pará e uma tentativa de agrofloresta no interior de São Paulo.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos