Saúde

Saiba como fazer um acompanhamento lunar do seu ciclo menstrual

acompanhamento lunar

Conhecer seu corpo e reconectar-se com seu ciclo é uma demanda crescente entre as mulheres (e mesmo os homens). Diversas propostas surgem para nos apoiar nesta jornada, e uma das mais famosas é a mandala lunar.

Mandala lunar

A mandala lunar é um diagrama construído em torno da Lua (o astro no céu) e preenchido por cada pessoa com suas emoções, sentidos e fenômenos fisiológicos. O diagrama é uma mandala circular e não restringe o tipo de anotação, ou seja, mulheres que menstruam podem preencher dados de seu ciclo, mulheres e homens que não menstruam podem não separar um espaço para essa informação.

acompanhamento lunar
Imagem de exemplo da Mandala Lunar

Seu objetivo central é permitir que conheçamos nossos ciclos e compreendamos seu alinhamento com o universo e as fases da Lua. Além de permitir a fácil visualização para nosso estudo, ela exige um momento diário de autocuidado e autopercepção, ao avaliar cada um dos aspectos que devem ser preenchidos.

Há produtos já feitos que podem ser comprados, como a também chamada Mandala Lunar, que além do diagrama vem com informações, desenhos e um espaço para diário. Mas você também pode simplesmente desenhar sua mandala e fazer seu próprio acompanhamento.

Faça sua própria mandala

Para fazer você mesma, a recomendação é: em um papel de tamanho A4 ou pelo menos A5 (para ter espaço em cada um dos quadrinhos), desenhe uma mandala e separe-a em 28 “gomos”, que representarão o momento da lua no céu. Comece o primeiro gomo com a lua nova e siga preenchendo-o, acompanhando um calendário lunar para preencher a data correspondente a cada troca de fase da Lua.

Divida seu diagrama em quantos círculos julgar que sejam necessários para que você preencha tudo o que quer acompanhar: dia do ciclo menstrual (o dia 1 é o 1º dia de menstruação, ou o 1º dia de sangue vívido), fluidos corporais (de ovulação e menstruação), odores corporais, emoções, poderes (conheça aqui uma explicação dos poderes).

Leia mais: Plante sua lua e restabeleça sua conexão

Mas qual a relação entre a Lua e meu ciclo?

A Lua (no céu) é vista por muitas culturas milenares como o representante do feminino e regente dos ciclos naturais e das emoções. O formato da lua e outras formas naturais que a ele se assemelham, como os chifres de animais, historicamente simbolizavam o divino feminino.

acompanhamento lunar

Se as fases da Lua afetam até mesmo as águas do mar, como poderíamos dizer que elas não influenciam nosso corpo, que é 60% água?

Além de símbolos do divino ancestral e influência física, a Lua tem fases, que representam as fases do ciclo menstrual/hormonal, compondo seu ciclo que é de cerca de 28 dias: minguante, nova, crescente, cheia.

O que são as minhas Luas?

A Milena, do amardura, fez recentemente uma série de stories do Instagram em que explica as nossas luas:

Minha lua nova

Nossa lua nova, começo do ciclo é, como se esperaria, o que acontece a partir do nosso dia 1: a menstruação. Fase reflexiva, da bruxa. Momento da morte-renascimento, do inverno.

Nessa fase, nosso corpo libera o sangue e com ele tudo aquilo que não deve mais ficar, que não vive mais. Se purifica, renascendo e reiniciando nosso ciclo. É natural que fiquemos mais sensíveis e introspectivas. É momento de atentar para nossos sonhos, escutar nossa intuição, descansar, meditar.

Leia mais: 3 dicas de como gerar menos lixo durante o período menstrual

Minha lua crescente

Renascidas, começamos a nova fase, na pré-ovulação. Entre o recolhimento (menstruação, inverno) e expressão (ovulação, verão), estamos na primavera. Fase de planejamento e concentração, da menina. Momento de alegria jovial, energia.

Nessa fase, estamos dispostas e concentradas para plantar as sementes que queremos colher no verão; estamos enérgicas e purificadas, com alta capacidade analítica. Na alta de energia vital e autoconfiança, queremos sair, respirar o ar frutífero, socializar.

acompanhamento lunar

Minha lua cheia

No auge da fertilidade, temos nossa lua cheia. Momento de plenitude e expansão, nosso verão. Fase de amorosidade e disponibilidade, fase da mãe. Estamos nutridas e somos nutrientes, é nossa abundância.

Durante a ovulação, nossa autoconfiança sobe e queremos socializar: estamos empáticas, radiantes. Nossa capacidade de entrega está alta, então nos dedicamos a nossos projetos e o fazemos acontecer. É o pico de nossa energia e vitalidade.

Minha lua minguante

Renascemos, planejamos, nos entregamos e demos frutos. Agora chega nossa TPM: tempo para mim. Na fase pré-menstrual, do outono, aparecem nossas sombras e medos, é hora de limpar a casa para transmutar.

Depois de tanta entrega, nossa concentração e memória parecem diminuir, pois nosso corpo se volta para o interno e para a transformação. Temos que poupar energia e nos otimizar para aproveitar nosso inverno. É o momento ideal de avançarmos em nosso crescimento pessoal, e podemos ter picos de desejo criativo, desejo sexual.

A minha lua coincide com a Lua-astro?

Nem sempre. Reza a lenda que antigamente, em contato com a natureza e sem as influências físicas e energéticas do antropoceno, as mulheres menstruavam sempre na lua nova. Hoje, a tendência é que uma mulher que menstrua e que não faz uso de hormônios e nem de produtos ricos neles (carne animal, soja) tenha sua lua nova nas Luas nova ou cheia, momentos de maior intensidade da influência do astro. Mas isso não é uma regra e nem deve ser entendido como um sinal de algo positivo ou negativo sobre seu corpo.

A Lua no céu tem um ciclo de aproximadamente 28 dias, enquanto a nossa lunação costuma variar normalmente entre 21 e 35 dias.

A minha lua não anda com a do céu – como posso acompanhá-la?

Se você, como eu, não tem um ciclo de 28 dias, não tem uma lunação que coincide com a da Lua-astro ou simplesmente já tem um diário/agenda, e não quer duplicar seu momento de auto percepção ou quer tentar outro esquema que não o do diagrama, você pode fazer suas anotações de sua lua em seu próprio diário.

acompanhamento lunar

Separe um quadrinho em cada dia e o divida em seções que te interessa anotar: novamente, podemos escrever sobre o dia de nosso ciclo, fluidos corporais, percepção do corpo, dos sentimentos, dos poderes. Anote-o diariamente e, para seu aprendizado, anote também em qual fase da sua lua você está e em qual fase a Lua no céu está.

Dessa maneira, você estará acompanhando seu ciclo emocional e hormonal. Esse autocuidado é muito importante para nos conhecermos.

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta
Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana.

Deixe um comentário