Faça Você MesmoReflexões

Saiba como criar um diário de fractais para exercitar a criatividade

fractal

A natureza é cheia de mensagens, desenhos, formatos, odores e sabores. A natureza é uma obra de arte, um laboratório para descobertas e a mais completa escola de vida em movimento que existe.

Em meio ao movimento da vida, sempre encontramos o mensageiro e a mensagem e nisso, a natureza tem maestria: executa os dois papeis ao mesmo tempo. Enigmática, mas na mesma medida simples, a natureza nos dá todos os dias conteúdos ricos para uma “leitura apurada” da essência de nossa jornada por aqui.

Um exemplo disso, são os fractais…

Os fractais são formas geométricas que trazem padrões complexos que se repetem muitas vezes num mesmo objeto. Ainda que num espaço pequeno, a repetição contínua precisa e perfeita. Uma espécie do todo no mini e esses minis pedaços é que compõem o todo.

Na natureza, existem padrões e muita, muita matemática. Tudo que existe na natureza segue um ciclo de perfeição incrível e absoluto.

Onde estão afinal, os fractais?

Há formas muito precisas e mesmo complexas numa simples planta de jardim. Uma concha do mar traz consigo medidas exatas e desenhos que se expandem, mas se repetem num mesmo caminho. Ainda que em partes separadas, tudo na natureza mantém os traços do todo, a essência primeira da forma central.

O diferencial, reside no fato de que todas as repetições seguem em escalas menores que as da estrutura principal e o resultado de todo esse painel de encaixes é a beleza que contemplamos diariamente, sem muitas vezes, aprofundar o olhar. Uma pena, pois o encanto e o aprendizado são garantidos.

Plantas, flores, legumes, frutas, árvores, mariscos, asas de borboletas, ramificação dos pulmões, veias, contornos de montanhas, galáxias… em tudo, encontramos o design ideal e cheio de precisão para compreender melhor as medidas e o próprio universo.

fractal

Leia mais: A tranquilidade do saber agradecer

Observar fractais com um olhar mais apurado pode nos proporcionar a motivação perfeita para o refino da criatividade e para a renovação de nossa maneira de pensar e estar no mundo.

A natureza cria a partir de fractais e nós podemos aproveitar essa inspiração e transformar as atividades de nosso cotidiano da mais manual a mais intangível, como uma roda de conversa eficaz e inclusiva, por exemplo.

fractal

fractal

fractal

Criando um diário de fractais e extraindo ideias práticas

Uma forma de aproveitar ao máximo a proposta de motivação e renovação natural que existe, é criando um diário para registrar as experiências de observação do meio. No diário, o registro de fractais pode ser feito por meio de fotos impressas, desenhos, colagens que copiem o que foi visto, aquarela, montagem de formas com palavras.

Há inúmeras maneiras de registrar o micro e o macrocosmo de tudo!

Sair com o diário pelo jardim ou deixar para um momento de relaxamento no final do dia é perfeito. O importante é estar atento e não perder nenhum momento de contemplação. Tirar os olhos das telas pode ressignificar muito nossas práticas cotidianas e elaborar esse diário de fractais, além de ser divertido, é terapêutico e artístico.

Muito talento pode emergir nessa entrega a um olhar mais profundo do que nos cerca. Na mesma medida, muito se pode curar também, em processos criativos como esse.

fractal

Leia mais: 13 hábitos para praticar todos os dias e mudar a sua vida

Como aplicar o uso do diário de fractais para elaborar projetos, ações e organizar ideias?

Se preciso montar um grupo de conversa, em que a inclusão de todos, possa acontecer com uma boa dose de acolhimento honesto, a utilização de uma forma fractal é perfeita. Por exemplo: os pulmões que garantem a respiração de todos vira o elemento inspirador!

Um pulmão é cheio de ramificações e todas elas são necessárias no trabalho que ele tem de manter a vida. Daí usar tal metáfora já garante a motivação inicial. Que tal, depois da explanação, colocar todos sentados no formato do órgão e com funções definidas, ligando-as muito bem, de modo que uma não siga sem a cooperação da outra? A brincadeira inclui: se uma parte não funciona, falhamos todos!

Outro exemplo é a boa e velha roda. Que tal girar como um girassol e usar o motivador da busca da vitalidade, colocando todos como elementos preciosos e empoderados?

Expor as fases de um projeto por meio de palavras desenhas e coloridas conforme o avanço da ideia, torna lúdico e menos monótona, uma proposta. Além disso, o entendimento é intuitivo, já que estamos naturalmente envolvidos nessa conexão entre parte e todo.

Falar de caminhos e jornada se torna mais fácil quando citamos a beleza de um desenho contido numa única folha. Trazer a lembrança de que elas compõem uma árvore frutífera que dá sombra é oxigena, também renova o entusiasmo.

Até nossas tarefas caseiras podem ser planejadas através dessa prática diferenciada e entusiasta!

Não espere nem mais um dia, saia em busca de inspiração orgânica!

Vire um caçador ou caçadora de fractais .

Valeria Amores
escrito por:Valeria Amores
Val é de Santos, gosta do nascer e do entardecer alaranjado que o céu do litoral concede quase todo dia! Pedagoga, apaixonada por projetos sociais e por movimentos que incluam o uso de todo potencial criativo, ou seja, toda ideia é uma semente cheia de valores. Toda ideia é flor e fruto. Toda ideia alimenta e nutre algo. Vegana , mãe de duas almas lindas, pratica meditação Raja Yoga, voluntária e aluna nas atividades da Brahma Kumaris Brasil . Estuda gestão ambiental, cozinha bastante, cria receitas veganas, compartilha, ensina. Tem 37 anos e acredita no poder da ecologia e da sustentabilidade interna como motivadores para um mundo melhor. Comunicativa, silenciosa e também faladeira, risonha , gosta de escrever e papear sobre coisa elevadas e positivas. Adora desconstruir limites que nos prendem a gravidade e ao peso, acredita na psicologia positiva sempre e tanto, o quanto for possível e necessário. Vamos voar para as possibilidade de melhoria, que tá na hora!

Deixe um comentário