SaúdeVida Natural

Plante a sua lua e restabeleça sua conexão

collage

Os temas que envolvem as mulheres ainda são cheios de tabu. Por exemplo, falar em masturbação, conhecer seu corpo e menstruação são assuntos, ainda, vistos com maus olhos por grande maioria das pessoas. É interessante que toda mulher comece a conhecer seu corpo, seu organismo, saber como são seus ciclos, sejam eles emocionais ou físicos.

Por conta do crescimento tecnológico, do distanciamento da natureza e da sociedade que se tornou patriarcal essas práticas ficaram adormecidas por vários anos. Mas agora com todo o movimento de autoconhecimento elas retornaram e estão sendo adotadas por muitas mulheres. Uma dessas práticas antigas é plantar a lua.

O que é plantar a lua?

Plantar a lua é uma prática ancestral. Primeiro, porque as mulheres não utilizavam absorventes ou coletores, fazendo com que o sangue menstrual escorre-se para o solo. Segundo, porque com o tempo elas foram compreendendo a importância de seu sangue e dos ciclos menstruais. Nesse momento, elas começaram a praticar rituais em homenagem às Deusas, à Lua e ao seu próprio ciclo.

Porém, com o passar do tempo, a sociedade reprimiu muitas coisas em relação à mulher. Uma delas foi a questão da menstruação. Passamos a sentir nojo e vergonha do nosso próprio sangue. Menstruar não era mais visto como parte de um ciclo, quando nosso corpo está limpando e regenerando para um novo começo, era visto como algo nojento.

Por sorte, as mulheres estão retomando os antigos costumes ritualísticos que as nossas ancestrais faziam. Essa sabedoria milenar está retornando e plantar a lua é apenas um dos rituais que voltamos a fazer.

plantar a lua
Ilustração: Ana Schirmer

O termo “lua” é utilizado como sinônimo à menstruação. Isso porque, o ciclo menstrual e o lunar duram, em média, 28 dias e são compostos por quatro fases:

  • lunar: nova, crescente, cheia e minguante;
  • menstrual: menstruação, pré-ovulação, ovulação e pré-menstruação.

Leia mais: 3 dicas de como gerar menos lixo durante o período menstrual

Benefícios de plantar a lua

Plantar a Lua pode proporcionar muitos benefícios para as mulheres. Confira alguns:

  • as cólicas menstruais desaparecem ou, ao menos, diminuem com o tempo;
  • diminuição da tensão pré-menstrual (TPM);
  • regulação do ciclo menstrual;
  • diminuição do surgimento de miomas e do ovário policístico.

Como plantar a Lua?

Plantar a Lua é devolver seu sangue menstrual para a terra, ligando-se à natureza e ao seu sagrado feminino. Para isso, é preciso que você utilize coletor ou absorvente de pano.

1. Colete seu sangue

Se você utiliza coletor menstrual, basta recolher o sangue dele. Mas se você utiliza absorvente de pano é preciso colocá-lo de molho em um balde de água e depois utilizar a água para o próximo passo.

O sangue do coletor deve ser diluído na proporção de ⅔ de água para ⅓ de sangue. Você pode deixar o sangue diluído em um pote de vidro, tampado com um pedaço de tecido para respirar ou já utilizá-lo para o próximo passo.

2. Fique no clima

É importante se preparar para plantar a lua. Para isso, se estiver em um lugar aberto, aproveite para tirar o calçado e ficar de pés descalços em contato com a terra.

Se estiver em casa, acenda um incenso, coloque uma música calma ou que te faça ficar em sintonia com você. Fique à vontade para fazer o seu ritual. Se quiser, pode utilizar outros acessórios místicos no ritual.

3. Plante a lua

A lua pode ser plantada em um vasinho de planta, em uma árvore ou outra planta. Então, comece agradecendo tudo o que aconteceu em seu último ciclo menstrual. Enquanto mentaliza o que aprendeu e o que superou vá colocando, aos poucos, o sangue diluído na terra. Sinta que está plantando suas intenções e mentalize o que quer que floresça no próximo mês.

Ao final, você pode saudar o seu sangue e meditar.

Para plantar a lua é preciso apenas do sangue diluído e um vaso ou lugar aberto em meio à natureza. Você pode fazer o ritual de acordo com o que sentir que precisa. Esse passo a passo que passamos é só um norte para que você possa desenvolver seu próprio ritual.

plantar a lua
Ilustração: Layse Almada

Para as mulheres que não menstruam mais, seja por conta da menopausa ou por outras questões, podem fazer o ritual utilizando vinho tinto com água para representar o sangue menstrual.

Já para as meninas que ainda não menstruaram podem utilizar água de rosas brancas para substituir o sangue menstrual. Nesses dois casos, a oferta à terra deve ser feita na lua nova.

Para quem menstrua, pode realizar o ritual todos os dias em que estiver menstruada ou apenas uma ou duas vezes durante a menstruação. Para isso, utilize o sangue assim que o coletar ou guarde-o para realizar em outro dia. Só não deixe muito tempo guardado, pois ele é um material orgânico e que se decompõe.

Leia mais: 9 perguntas e respostas sobre o coletor menstrual

Qual planta colocar o sangue?

Você pode escolher qualquer planta para plantar a lua. Além disso, pode variar de planta todo mês ou fazer o ritual sempre na mesma planta. A seguir, você conhecerá algumas plantas ligadas ao feminino que você pode fazer o ritual:

  • artemísia;
  • rosa branca;
  • camomila;
  • rosa vermelha.

Plantar a lua tem grande poder sobre o sagrado feminino e gera uma forte conexão entre a mulher e a planta. Além disso, é uma ótima forma de agradecer por mais um ciclo e seus aprendizados.

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

2 Comentários

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: