AlimentacãoReceitas

Aprenda a fazer feijão tropeiro vegano!

Feijão tropeiroFonte: Veganos Brasil

Quando pensamos em comida brasileira, é fácil cair nos óbvios: churrasco, brigadeiro e acarajé, por exemplo. Com o desafio de preparar um almoço brasileiro para vegetarianos, percebemos que dá para adaptar muitas coisa sem perder a essência e o sabor.

Entre os pratos que podem ser adaptados estão o estrogonofe, doces que levam cream cheese, bolos, almôndega e panacota, por exemplo. Sendo assim, hoje vamos conferir a receita de um feijão tropeiro vegano. Confira!

Feijão tropeiro vegano

Como tudo na vida, essa é uma receita que podemos complicar ou facilitar. Por aqui, a gente decidiu facilitar.

Ingredientes:

  • 1/2 xícara (chá) de feijão de corda, fradinho ou preto (ou, sinceramente, o que você tiver) cru e demolhado por 12h;
  • 3 colheres (sopa) de azeite;
  • 2 folhas de couve bem fatiadas (1 e 1/2 xícaras);
  • 1 cebola média picada (cerca de 1 xícara);
  • 3 dentes de alho picados;
  • 1 colher (chá) de cúrcuma;
  • 1 colher (chá) de pimenta do reino;
  • 1/2 colher (chá) de cominho;
  • cerca de 1 colher (chá) de sal;
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de mandioca torrada;
  • salsinha e cebolinha picadas a gosto;
  • Pimenta a gosto.

Como fazer

Jogue fora a água do demolho (sempre!). Cozinhe o feijão em fogo médio até estar macio, mas sem deixá-lo se desmanchar (uma meia hora). Eu costumo já cozinhar com o sal, o cominho, a cúrcuma e a pimenta do reino.

Separe o caldo (você pode usá-lo para fazer seu próprio caldo de legumes ou sopa). Refogue a cebola e o alho (lembrando que o alho deve ser colocado na panela apenas quando a cebola já estiver quase dourando) e coloque os grãos do feijão cozinho sem água por 1 minutinho.

Adicione a couve fatiada e refogue até ficar macia, por poucos minutos. Acrescente a farinha de mandioca e prove. Ajuste sal e temperos. No final de tudo, acrescente a cebolinha e pimenta, se quiser.

Prontinho!

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta
Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana.

Deixe um comentário