Jardim do Mundo

Jardim do Mundo

Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

EntretenimentoMúsica

A solitude musical de Beck Hansen

00
visualizações
3068

Uma coletânia comentada

Um artista completo ou mesmo um completo desconhecido. Beck Hansen (nascido Bek David Campbell, 1970) é um cantor, compositor e multi-instrumentista americano, conhecido pelo nome artistico Beck (“no Jeff”). Essa bela voz melancólica, tornou-se logo um favorito, tanto por sua interpretação vocal (por vezes mesmo apática) como pela criatividade presente em suas composições, nas muitas colagens de sons e ainda mais pela qualidade de um trabalho que, em grande parte, foi desenvolvido de maneira quase auto-suficiente e ao mesmo tempo totalmente multifacetada.

EntretenimentoMúsica

Dica psicodélica: Conheça o power trio Mar de Marte

a
visualizações
2270

Alinhado com os astros desta data e afirmando nossa intenção primitiva de divulgar arte em todas as formas, hoje decidimos postar uma nota que eu (Emi) havia criado a alguns meses atrás para a banda de Rock N’ Roll Mar de Marte. Salpicada de pimentas psicodélicas de todos os gostos, a ideia estava a fermentar e agora será servida para apreciação dos degustadores digitais, literários e musicais.

Filmes e Documentários

Viagem a Darjeeling (2007)

anyi9alwmajerxo0yfokjpaicey
visualizações
13501

Uma eterna busca por personagens humanos e ao mesmo tempo surreais, que o diretor Wes Anderson explora com cores e tons.

Wes Anderson acumula opiniões contraditórias a respeito de si próprio: quem o idolatra pode mesmo exagerar chamando-o de nada menos que gênio, enquanto seus algozes se apressam em enterrar seu cinema, que muitos julgam já estar gasto. Ele tem duas coisas que me agradam muito: a ironia dos nerds e um bom olhar para a excentricidade, que se estende de seus personagens aos cenários.

Dizem que desde Os Excêntricos Tenenbaums Anderson vem se repetindo e tudo gira em torno de famílias estranhas.

1 42 43 44