Fernanda Nicz

Fernanda Nicz

Fernanda Nicz é escorpiana (ascendente em peixes e lua em câncer…tudo água, o que justifica a paixão pelo mar), estudou cinema, jornalismo e kundalini yoga. Além do Brasil, viveu na Inglaterra, EUA, Itália e Portugal. Em 2014, criou o projeto Minideias (https://fernandanicz.wordpress.com ) e tornou-se andarilha/peregrina em busca de personagens que mudaram de vida; da cidade grande pra menor, do barulho pro silencio, do muito pro essencial. Percorreu ecovilas e fazendas agrícolas a procura de simplicidade, natureza e minimalismo. Depois de alguns meses na ecovila Tribodar (Alentejo, Portugal), segue pelo mundo, ensaiando a sonhada mudança pra perto do mar, do natural e do ritmo de vida slow.

Reflexões

Dos encontros e desencontros das almas gêmeas durante a vida

amigos
visualizações
4339

Anos passam. A vida sinaliza. Tudo tem um tempo. Vida útil. Começo, meio e fim.

Não, não falarei (só) de amor.

Situações aproximam pessoas em determinados espaços.

Situações + pessoas + espaços têm um tempo de sintonia.

A cada caminho escolhido, um novo mapa de oportunidades se apresenta: situações, pessoas e espaços. E cada ser, acolhe ou ignora.

Fato é que nada surge sem uma razão maior. E tudo o que surge dura exatamente o tempo necessário para provocar transformação (interna-externa). Tempo útil. Vive-se em sintonia – numa situação, numa relação ou num espaço – por um tempo. Depois, o que não se transforma, arrasta-se. Tudo tem um ciclo.