Faça Você MesmoVida Natural

Armário-cápsula – Saiba como aplicar seu conceito no dia a dia

armário-cápsulaFonte: Viva Glam Magazine

O conceito de armário-cápsula surgiu em 1970, quando a estilista Susie Faux pensou em como poderíamos viver com menos peças de roupas. Assim, ela criou a ideia de um armário com poucas peças que fossem essenciais, combinassem entre si e atemporais.

Porém, foi só agora na segunda década do século XXI que a ideia ganhou notoriedade por conta das blogueiras e influencers. Pois essas pessoas começaram a propor esse desafio de viver com menos peças, baseadas na ideia de Susie Faux.

Sendo assim, neste artigo veremos o que é um armário-cápsula, quais são os seus benefícios e como você poderá aplicar esse conceito no seu dia a dia. Assim, poderemos viver de forma mais minimalista e com mais qualidade de vida.

O que é o armário-cápsula?

O armário-cápsula consiste em ter um armário com poucos itens que são essenciais, que combinem entre si e que são atemporais. Dessa forma, durante uma estação ou sua vida, você vai ter um guarda-roupas enxuto e com as peças que mais gosta.

Isso evita o excesso de roupa acumulada, a impressão de que não tem roupa para sair ou mesmo ficar em casa e de ter roupas escondidas no fundo da prateleira que já não usa há alguns anos. O armário-cápsula é para ser prático, eficiente e evitar o consumismo.

Aliás, em algumas regiões do Brasil, como no sul e sudeste, em que há diferenças grandes de temperatura entre o verão e inverno é possível ter dois armários-cápsula: um para o período outono/inverno e outro para o período primavera/verão.

Falamos sobre o conceito de armário-cápsula, porém, qual é a quantidade de peças ideal para ele? Não tem bem é um número exato, algumas fontes dizem que é 33 e outras 37, por exemplo. Então, podemos dizer que pode variar de 30 a 40 peças. Aliás, esse número compreende roupas, sapatos, bolsas e acessórios.

armário-cápsula

Quais são os benefícios do armário-cápsula?

Um armário-cápsula proporciona diversos benefícios, pois ele incentiva que as pessoas vivam de forma minimalista. Assim, evita-se comprar peças em excesso, além de não comprar mais peças do que não vai conseguir usar. Por fim, isso gera economia. Afinal, todas as peças que comprar serão, realmente, usadas.

Outro ponto é que com menos número de peças, seu guarda-roupa fica melhor organizado e você consegue visualizar todas as roupas que têm. Além disso, com esse número reduzido de itens, vai conseguir descobrir o seu estilo, pois as peças precisam combinar entre si e isso é possível quando se tem um estilo definido. Assim, o armário-cápsula também é um exercício de autoconhecimento.

4. Dicas de como ele pode ser aplicado no seu cotidiano

Agora que você já sabe o que é um armário-cápsula e quais são os seus benefícios, vamos ver algumas dicas de como montá-lo. Confira:

1. Comece pelos itens que você já tem

O armário-cápsula consiste em reduzir os itens do seu guarda-roupas para que viva de uma forma mais minimalista. Sendo assim, é necessário começar a ter um armário-cápsula pelo que você já tem, sem ter que comprar mais peças.

Então, retire todas as roupas que você tem no guarda-roupas. Enquanto faz isso, já conte quantas peças são, dentre roupas, sapatos, bolsas e acessórios. É provável que você se assuste com o número final.

Agora, comece a separar quais são as peças que você mais gosta. Depois de separadas, confira o número total que deu. Lembrando que um armário-cápsula tem de 30 a 40 peças.

Após isso, comece a analisar se cada peça combina com um número grande de outras peças. Por exemplo, pegue uma das saias que você separou e confira se ela combina com 5 camisetas. Se sim, essa é uma ótima peça para se ter em seu armário. Pois, é importante que suas peças façam o maior número de combinações.

Ao final, você deve ter de 30 a 40 peças. Faça o possível para chegar a esse número. Aliás, se você mora em uma região em que inverno e verão têm temperaturas bem contrastantes, como na região sul e sudeste do Brasil, pode ter um armário-cápsula para o verão e outro para o inverno. Porém, uma dica é não ter 80 peças ao todo, mas sim, tentar reduzir para 50 a 60 peças.

2. Defina um estilo para você

Aliado ao tópico anterior, é preciso que você ache o seu estilo. Assim, conseguirá separar as peças ideais para o seu tipo de corpo e estilo. Por isso que ter um armário-cápsula é ter autoconhecimento, pois é preciso se conhecer para selecionar as peças.

Se você não sabe qual é o seu estilo, indico fazer um teste, aliás, pode clicar aqui e fazer. Assim, após responder algumas perguntas, saberá qual é o seu estilo e até terá alguns looks como referência.

Depois, sabendo o seu estilo, é só pesquisar no Google e no Pinterest, quais looks podem ser montados. Assim, ficará mais fácil selecionar as peças para o seu armário-cápsula.

armário-cápsula

3. Escolha peças que combinem com outras

Como falado anteriormente, é importante que as suas peças combinem. Afinal, você terá um guarda-roupas reduzido e, por isso, é necessário que elas façam o maior número de combinações possíveis entre si.

Assim, é possível ter diversos looks com poucas peças. Por exemplo, uma camisa poderá combinar com uma calça, com uma bermuda, com saia jeans ou midi. Então, preste atenção a esse detalhe das combinações na hora de separar as suas peças.

4. Doe o restante das peças ou venda

Se você já separou as peças do armário-cápsula, tanto as de verão como de inverno, e sobrou muitas peças que fazia anos que não usava ou que até usava, mas não gostava, está na hora de se desfazer delas. Até porque, senão você vai ter que guardá-las em outro local da sua casa.

Então, pegue as peças que não vão mais fazer parte do seu guarda-roupas, separe aquelas que estão praticamente novas e faça um bazar ou venda para um brechó. Já com as outras que não estão tão novas assim, doe. E as que não estão em condições de ser usadas, apenas jogue fora ou faça panos de chão, se for o caso.

Assim, você ainda faz uma renda extra e ajuda outras pessoas. Então, comece hoje mesmo ou separe o final de semana pra transformar o seu guarda-roupas em um armário-cápsula. Depois no conte como foi esse processo.

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

Deixe um comentário