SustentabilidadeViagem

Você conhece o Passaporte Verde?

1

O turismo é um dos grandes segmentos econômicos do Brasil e de outros lugares do mundo. Movimenta recursos e, claro, pessoas. Aqui no Jardim do Mundo, já falamos sobre a importância de ser um turista respeitoso e consciente, independentemente do local visitado.

Ao fazer turismo sustentável (conceito-chave para qualquer tipo de turismo e que engloba “modalidades” como viagens de aventura e ecoturismo, é possível aproveitar o lugar de forma mais intensa e desfrutar melhor das paisagens, peculiaridades locais e belezas naturais desse mundo tão grande.

O assunto é tão importante que o Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) lançou, mundialmente, a campanha Passaporte Verde, uma iniciativa mundial que visa estimular o turista a adotar uma atitude de consumo responsável, mostrando de que forma suas escolhas podem contribuir para a conservação do meio ambiente e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas nos destinos que visita. Ela traz, no conjunto das ferramentas e materiais produzidos, informações e de dicas de consumo sustentável no turismo.

No endereço oficial da campanha, você encontra um passo-a-passo com informações para fazer a sua viagem ficar ainda melhor. Confira algumas aqui (afinal, dicas nunca são demais para viajantes de plantão):

1. Planeje sua viagem. Escolher corretamente o destino é o primeiro passo para torná-la mais sustentável.

2. Prepare-se bem. A campanha diz quequanto mais você souber sobre a região, suas paisagens, sua cultura e as tradições de seu povo, melhor será a sua vivência no local”. Isso inclui atitudes como pesquisar se o seu destino sofre com escassez de água e energia; manter vacinas em dia; evitar levar animais domésticos (eles podem levar doenças estranhas à fauna local); evitar comportamentos que possam ser ofensivos à cultura local e pesquisar, inclusive, informações sobre os padrões de vestimenta da comunidade visitada (e, claro, respeitá-los).

3. Faça a mala com consciência. Se for possível, faça com tempo e tranquilidade. Pense no que realmente precisa levar. Quanto mais coisa você carrega, mais impacto causa por aí. Evite muitas embalagens e tome cuidado com objetos como pilhas e baterias. Caso precise descartá-los, procure um local adequado.

4. Escolha meios de transporte menos poluentes, lugares com menos concentração de turistas e alimentação saudável, que causa menos impacto no meio ambiente.

5. Questione seus próprios padrões de consumo ao fazer compras. Dê preferências ao comércio local, que valoriza pequenos produtores.

6. Ao se hospedar, prefira instalações que se preocupam em manter o local preservado e trabalham com a sustentabilidade em seus serviços. Pode ser hotel, pousada, albergue, casa de moradores locais… não importa.

7. Para as lembrancinhas que você vai trazer para pais, tios, avós, amigos, namorado (a) procure o artesanato local, produzido de forma legítima e amigável. Esqueça souvenirs que são arrancados da natureza, como corais, pedras, pedaços de uma construção histórica… Tire fotos ou guarde na memória. Fora do contexto, esse tipo de coisa perde significado e beleza.

8. Espalhe a ideia para seus amigos e outros turistas. Dissemine atitudes responsáveis, como recolher lixo na praia e em trilhas (coisa que todo mundo já poderia nascer sabendo).

Jardim do Mundo
escrito por:Jardim do Mundo
Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos