ReflexõesVida Natural

Vivencie a autonomia e seja um ser livre

autonomia

A autonomia é um conceito amplamente discutido e com sentido amplo. Fala-se em autonomia desde a aquisição de capacidade de um bebê para comer até a tomada de decisões de uma liderança. A multiplicidade de usos do termo demonstra sua importância, mas no momento exploraremos seu enfoque educacional.

Uma das mais belas análises sobre a autonomia é de Adorno, alemão que teve que fugir de seu país durante a ascensão do nazismo, que coloca a autonomia como  essencial para que “Auschwitz nunca se repita”. De acordo com o autor, a educação só faz sentindo enquanto dirigida a uma autorreflexão crítica, permeada de sociologia, para a contestação e para a resistência. Em síntese, uma educação que forneça as estratégias para que se compreendam os contextos e se possa vivenciar a autonomia e a capacidade de auto direcionamento.

Essa visão de educação pode ser pensada para uma escola, mas também pode ser aplicada a processos coletivos e para adultos. Abaixo, serão apresentados dois projetos que possibilitam uma vivência educacional da autonomia.

[Um projeto inusitado pode converter pessoas em árvores]

Projeto Âncora

Projeto Âncora

Fundado em 1995 e oficializado escola em 2012, o Âncora tem como centro um antigo circo e é uma escola sem aulas, que usa a autonomia do aluno para se auto planejar e estudar como maneira de se desenvolver, não só na teoria mas também na prática. Hoje, já conta com Ensino Médio e atende alunos da região de Cotia, Osasco e São Paulo.

A escola é privada, mas gratuita aos alunos. Para sustentar o projeto e para multiplicar sua pedagogia, a escola oferece também imersões e visitas para professores e interessados.

[Projeto de cisterna para coletar água da chuva]

Seu Movimento

Projeto Seu Movimento

De acordo com sua própria fundadora, Bárbara, ​ o “​Seu​ ​Movimento​ ​é​ ​um​ ​trabalho​ ​de​ ​frentes​ ​diversificadas,​ ​que​ ​nasce​ ​do​ ​entendimento​ ​do corpo​ ​como​ ​meio​ ​basilar​ ​da​ ​existência​ ​social.​ ​Em​ ​outras​ ​palavras,​ ​podemos​ ​dizer​ ​que​ toda relação​ ​de​ ​caráter​ ​social​ ​passa​ ​fundamentalmente​ ​pelo​ ​corpo.​ ​ ​Assim,​ ​se​ ​há​ ​um​ ​forte​ ​reflexo da​ ​sociedade​ ​em​ ​que​ ​vivemos​ ​nos​ ​nossos​ ​corpos,​ ​há​ ​também​ ​uma​ ​grande​ ​potência​ ​nas maneiras​ ​como​ ​esses​ ​corpos​ ​se​ ​comportam​ ​e​ ​se​ ​movimentam​ ​diante​ ​do​ ​mundo.

Procuramos​ ​construir​ ​uma​ ​existência​ ​mais​ ​pautada​ ​pela​ ​Autonomia,​ ​isto​ ​é,​ ​pela​ ​capacidade individual​ ​e​ ​coletiva​ ​de​ ​autogoverno,​ ​de​ ​liberdade,​ ​cooperação​ ​e​ ​colaboração​ ​-​ ​num caminho​ ​oposto​ ​ao​ ​da​ ​dependência​ ​e​ ​da​ ​exploração​ ​entre​ ​pessoas.”.

Atualmente, o seu movimento está oferecendo o curso Dança (e) Autonomia, em São Paulo.

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta
Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana, vive entre uma comunidade ribeirinha no Pará e uma tentativa de agrofloresta no interior de São Paulo.

1 Comentário

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.