Reflexões

A verdade que ninguém nunca te contou sobre o seu propósito. Descubra-os em 10 passos!

encontrar-proposito

Uma Busca sem Achados…

Encontrar o propósito tem sido uma busca difícil para muita gente. Isso porque o que a maioria das pessoas não sabe é que na verdade existem dois propósitos. Elas também não sabem que um deles é primário, ou seja, mais importante, e o outro secundário, e só traz total realização se alinhado ao propósito primário.

Por isso muita gente está procurando o propósito na vida, mas não percebe que está buscando um propósito exterior e secundário. Ele só pode ser preenchido se o propósito interior for alcançado primeiro.

Esta busca incessante, que causa muita angústia e insatisfação, se focaliza com o que fazer da vida e não traz a recompensa interior almejada.

O problema é que as pessoas não estão num estado interior que as permitam encontrar o que buscam.

Segundo Eckhart Tolle em “Uma Nova Terra: o Despertar para o seu Propósito de Vida” (minha tradução do título em inglês*), o estado de bem-estar interior é a coisa mais importante para poder encontrar o que você quer da vida e o que a vida quer de você.

Somente ao estar bem consigo mesmo – o maior propósito da vida – é que o propósito secundário pode ficar claro para você. Por isso esse tem quer ser o seu objetivo principal, o propósito primário, a base para todo o resto.

_______________

Então neste post vou explicar os 2 propósitos, mostrando porque um deles é mais importante que o outro, e dar 10 claras indicações para encontra-los e alinhá-los.

Os 2 Propósitos

Existem então 2 propósitos, sendo um primário e interior, e o outro secundário e exterior.

O interior é Primário e ligado ao SER, é atemporal, sem forma. Se realiza na medida em que você encontra a paz interior, a mais autêntica alegria de viver.

E o exterior é Secundário, ligado ao FAZER, temporal, e as suas ações determinam a sua forma.

Aprender a alinhar esses dois propósitos é fundamental para alcançar a realização em todos os sentidos.

Não podemos partir em busca de um propósito exterior sem antes ter atingido o nosso propósito interior, ou seja, despertar para a consciência, para o ser. Nas palavras de Eckhart Tolle:

Despertar é uma mudança no estado de consciência que ocorre com a separação entre pensamento e consciência (Eckhart Tolle)

Vamos então explorar melhor cada propósito, e como atingi-los.

O Propósito Interior

O Propósito Interior é despertar. Simples assim: é ter consciência de si, e essa consciência passa a controlar os pensamentos. Sem ela, os pensamentos da mente conduzem a nossa vida, sem que nos damos conta. Se o propósito primário não é pleno, viramos um “fantoche” da nossa mente que guia nossas ações e decisões, e nós inconscientemente a seguimos.

Deste modo perdemos totalmente o poder do agora: a nossa capacidade de tomar decisões e ações conscientes, que partem da nossa identificação com o nosso Ser e não com a nossa mente.

Sem estar em contato com a nossa essência vital, não estamos aptos a identificar o propósito exterior: aquele que todos acreditamos ser o mais importante, mas que na verdade é secundário.

Com a consciência do nosso próprio ser, ou seja, quando satisfazemos o nosso propósito interior, o pensamento perde domínio e se torna servo da consciência (Eckart Tolle). É a presença, a consciência sem pensamento, que é a ligação com a inteligência universal, que traz o seu poder pessoal para o momento presente.

Essa consciência é priva de sofrimento, e traz consigo uma profunda sensação de bem-estar, de alegria e gratidão pela vida. É, nas palavras de Abraham Hicks, o grande propósito da vida: ter alegria interior (mais sobre isso neste vídeo).

Este propósito tem a função de nos desligar da necessidade da mente de buscar uma realização futura. Ele se concentra no agora, que é o ponto de acesso para realizações futuras e para a realização pessoal no momento presente.

Propósito Interior

O Propósito Mais Poderoso

É o propósito interior, ou seja, tomar consciência de si mesmo. Ele é primário, é a dimensão do Ser, atemporal.

Ao negar o tempo através da consciência presente, ganhamos um imenso poder de criar a nossa realidade: não importa o que fazemos, se fazemos com a consciência no agora, o fazer em si é o propósito principal: ele fica pleno de amor e de qualidade. Você faz as coisas bem feitas.

Todo o resto é secundário: a coisa mais importante é ter bem presente a sua consciência e não se deixar arrastar pelos pensamentos e propósitos secundários. A partir disso, abrimos o acesso em nós para que a consciência universal consiga passar por nós.

Dessa forma, nos tornamos agentes conscientes para gerar a forma e viramos o intermédio da ação divina.

Isso nos faz nos “desidentificarmos” com o que produzimos, e o trabalho passa a ser uma enorme fonte de prazer e satisfação pessoal, ao invés de duro e estressante. Apesar de intenso, esse tipo de trabalho não nos disturba, pois ele é livre do ego (agente de dor e e sofrimento)

Se você se pega ansioso ou estressado, isso demonstra um apego ao tempo, e uma perda do propósito primário, pois o propósito secundário passa a tomar conta de você. Isso enfraquece o seu poder, pois toda a sua energia passa a ser gasta fora do agora, que é sua mais preciosa fonte de poder.

Por isso é sempre importante criar instrumentos que te ajudem a não perder de vista o seu propósito primário, como centrar-se, e contactar seu Eu interior nos momentos de estresse.

Agora veremos 5 passos para se alinhar ao propósito primário e atingir todo o próprio potencial.

Propósito Primário

Como Alcançar o Propósito Interior e Primário? (5 Passos) 

O despertar da consciência é um processo gradual e não um evento isolado.

Não podemos fazer com que ele aconteça, não existe uma sequência lógica com passos para alcança-lo (os passos indicados neste texto são exercícios que ajudam a abrir espaço para a consciência, mas ela só pode ocorrer por completo se já existe uma busca interior).

É um ato de graça: simplesmente acontece. Podemos ler sobre ele, observar outras pessoas despertas e iluminadas, mas isso só nos leva a criar uma imagem mental. E se assumimos essa imagem como nossa sem um verdadeiro despertar, vivemos sem autenticidade. Atuando um papel inconsciente que o ego representa.

Neste vídeo de 3 minutos, Eckhart Tolle explica essa idéia claramente:

Se você considera esse papo incompreensível ou sem signifcado, é porque o seu despertar ainda não ocorreu. Mas se você se identifica com este texto sentindo algo dentro de você se mover, é porque o processo já foi iniciado.

Depois desta etapa inicial, esse percurso não poderá ser revertido, embora possa ser retardado pelo ego.

Mas apesar do despertar ser um ato de graça, existem práticas que facilitam entrar no momento presente e sentir a força vital dentro de você.

Então aí vão as 5 dicas para você fazer as pazes com o seu momento presente e abrir um espaço na sua vida para o despertar da consciência, da jóia plena de viver imerso no momento presente:

1. Descubra o seu Grau de Conexão com a Natureza de Dentro e de Fora

Para você se situar em relação ao quanto você está conectado com a natureza que nos criou e com a sua própria fonte de poder interior, te convido a fazer este teste que desvenda o seu grau de conexão com a natureza. Ele dá uma idéia do quanto você está ligado ao mundo natural que te circunda, ou seja, o quanto você está presente para ele. Isso é uma boa ferramenta para entender se você está alinhado ao seu propósito primário. Aqui você inicia e entender se você está aberto para o despertar, ou se continua criando resistência ao momento presente. Clique aqui para o teste.

2. Crie Lacunas no Fluxo de Pensamentos com a Respiração

Os pensamentos repetitivos e sem alguma inspiração tomarão conta da sua vida, caso você não faça nada para mudar essa situação. Para interromper esse fluxo incessante podemos usar a respiração para criar  lacunas, que mesmo que durem segundos, já bastam para nos trazer um momento de paz. A respiração consciente é a forma mais simples e rápida para isso. Então, toda vez que você se lembrar, preste atenção à sua respiração. Observe o ato de respirar, sem necessariamente modifica-lo. Sinta o movimento de entrada e saída do ar. Ao respirar consciente você abre as portas para o momento presente, e entra em contato com o seu bem-estar interior .

3. Perceba as Lacunas no Cotidiano

Quando interagimos com tudo à nossa volta, a nossa mente naturalmente etiqueta e interpreta as situações baseadas nos filtros mentais que cada um de nós tem. Mas em um primeiro instante, quando vemos ou ouvimos algo novo, inusitado, ou simplesmente que nos chama a atenção, existe uma lacuna de tempo na qual a mente não ativa suas interpretações. Você fica atento e alerta, sem pensamentos. Essa lacuna é o espaço interior, o seu Ser, ou seja, o propósito primário. Pode durar uma fração de segundo, mas é importante nota-la. Com o treino, você conseguirá expandir esse tempo, ficando consciente através da suspensão dos pensamentos.

4. Faça Coisas com Presença

Presença aqui quer dizer que ao realizar uma ação, você coloca a toda sua atenção naquilo que você está fazendo. Para isso, ative e perceba o que os seus sentidos te transmitem. Por exemplo: ao caminhar note o sol batendo na sua, os pés tocando o chão, as pessoas que passam; ao comer, perceba bem o sabor, a densidade, a textura, os rumores, como você mastiga, etc.. Traga a sua atenção alerta para a dimensão sensorial: tato, olfato, visão, audição, paladar, intuição. Se começar a se perder em pensamentos, se esforce para não se deixar levar por eles. Pratique isso por 5 minutos ao dia, e vai ver que ao longo do tempo isso vai ficar automático. Vai te dar maior acesso ao momento presente, à sua consciência e bem-estar primordial.

5. Cultive um Contato de Qualidade com a Natureza

A natureza é uma grande facilitadora da nossa tomada de consciência e da nossa sensação natural de bem-estar. Por isso, ao se deparar com elementos naturais, sobretudo se você se encontra em um ambiente pouco contaminado pela ação humana, abra todas as suas antenas sensoriais para esse contato. Note os detalhes, usando todos os seus sentidos. Toque as folhas, observe a beleza milagrosa das flores, os pequenos insetos, etc.. Mantenha o coração aberto para receber os estímulos, sem etiquetar ou interpretar. Somente aprecie, deixando que a natureza te mostre as suas maravilhas e te faça encontrar dentro de si o mesmo poder sagrado que ela emite.

contato-natureza-thoureau-001

O Propósito Secundário e Exterior

Esse propósito varia muito de pessoa para pessoa e também, por se ligar ao tempo, pode mudar ao longo da vida e depende das circunstâncias vividas. Ele nunca dura para sempre.

É a dimensão do FAZER, ligada ao tempo. Mas sem o ligar ao propósito primário, o propósito secundário é instável, transitório e não traz uma verdadeira recompensa interior.

Para que os objetivos e ações externos estejam alinhados ao impulso evolutivo universal, é preciso estar consciente, estar presente. Se não recaímos nos pensamentos e nos deixamos levar por eles, perdendo as rédeas de nossa existência.

O propósito exterior é a motivação por traz daquilo o que você está fazendo no momento presente. Se você está de bem consigo mesmo, se sentindo pleno e em paz com o momento presente, este propósito será automaticamente revelado para você.

Mas se você se focaliza somente em atingir uma meta exterior, em realizar algo, sem paz interior no momento em que faz as coisas, a sua ação vai gerar sofrimento tanto para você quanto para todos à sua volta.

Este propósito não é necessariamente algo grandioso. Na verdade tudo de grandioso foi feito com pequenos passos dados com presença em cada momento.

Por isso, o propósito exterior é simplesmente fazer as coisas no momento presente com amor pela vida. São as experiências que você decide viver.

Tem um jeito legal de entender se o que você tem feito com a sua vida reflete o seu Eu interior e as suas mais verdadeiras aspirações, princípios e valores. Se pergunte: para que direção as minhas ações estão me levando? 

É uma boa forma de entender se o que você faz irá te levar para o seu verdadeiro objetivo ou vontade interior. É a tomada de responsabilidade por todas as decisões da sua vida.

Por isso é preciso conectar os objetivos externos à nossa consciência, aos nossos valores mais profundos e imprescindíveis do nosso Ser, ao propósito primário.

Como Encontrar o Propósito Exterior? (5 Passos)

Um dos maiores obstáculos para encontrar o que queremos da vida e com o que a vida quer da gente é não estar de bem com o momento presente.

Ou seja, a extenuante preocupação em descobrir este propósito, ou a sensação ruim de ainda não o ter encontrado, tira toda a nossa atenção do agora.

Isso não nos ajuda em nada, e só nos faz desperdiçar os nossos mais valiosos recursos – energia e tempo – com uma idealização de que temos encontra-lo a todo custo. Isso gera grande frustração.

proposito-exterior-001

Mas como este post tem a intenção de ser útil à você para uma maior realização pessoal, eu vou passar 5 excelentes dicas que conduzem à identificação do propósito secundário.

Note que para conseguir entender o seu propósito exterior, secundário e ligado ao fazer, é preciso que as duas primeiras dicas abaixo se tornem realidade. Caso contrário você criará mais ansiedade para a sua vida. E não conseguirá ter paz interior, presença no agora, que é a porta de entrada para encontrar o que a vida quer de você.

1. Pare de Busca-lo!

Eu sei que parece contra-intuitivo, mas essa é uma importante constatação que encontrei no post iluminado de Gustavo Tanaka “Porque Parei de Procurar o meu Propósito”.

Ele nos ajuda a entender porque parar de buscar o propósito exterior é uma ótima atitude para iniciar a fazer as pazes com o momento presente. O Gustavo afirma:

Eu parei de tentar buscar propósito. (…) Agora eu tento responder a uma única pergunta: “Eu tenho vontade de fazer isso hoje?” (…) E minha vida ficou melhor

O Gustavo realizou uma intensa busca por seu propósito de vida.

Ele estava desiludido com a carreira no mundo corporativo, e queria encontrar um propósito maior na vida. E ele acabou ficando muito mais aliviado quando ele parou com a busca incessante e se permitiu entrar no momento presente. Simplesmente colocando-se a pergunta: eu quero fazer isso hoje?

Essa simples ação trouxe um enorme poder para ele. Ele deixou de ficar frustrado e passou a fazer o que queria no aqui e agora. Isso o libertou, o fez entrar em contato com a sua essência, com aquilo que importava realmente em cada momento.

Essa conclusão de Tanaka nos mostra que ao aceitar as coisas como são e acolher com amor o que vem para nós, a gente deixa de lutar inutilmente contra o fluxo das coisas. Assim nos permitimos apreciar o momento presente e colher o que ele “pede” de nós. Esse é o melhor modo de criar uma abertura interior para entender o nosso propósito secundário.

2. Se Alinhe Primeiro ao Propósito Interior

Para ter clareza do propósito secundário é importante abrir espaço para a própria essência vital, a sua consciência, ou seja, o propósito primário. Você tem que estar bem com quem você é, no momento, situação e lugar em que você se encontra. Pode ser que neste momento você não esteja vivendo a vida de seus sonhos, mas você só poderá chegar à uma vida dos sonhos se viver o agora com amor pelo que você é. Então passe a apreciar a si mesmo e à sua vida, encontrando essa fonte de graça divina dentro de você.

3. Atenção aos Impulsos Interiores: Idéias Iluminadas, Insigths, Inspiração, etc.

Ao parar com a busca pelo propósito secundário e abrir espaço para o agora, você entra num estado de aceitação. Desse modo fica muito mais fácil perceber os impulsos que chegam para você.

Você distinguirá mais facilmente quando esses impulsos interiores vêm da sua consciência e não dos seus pensamentos. Quando temos um impulso interior da consciência, da nossa força vital, o percebemos como inspiração, idéia iluminada, insight, grande entusiasmo. Sempre carregados de uma sensação positiva, de profundo bem-estar.

A consciência no momento presente traz consigo um silêncio interior de qualidade, que nos facilita entender que direção tomar. Nos faz sentir plenos. Nos faz despertar para a ação certa a tomar.

Por outro lado, os impulsos da mente egóica trazem preocupação. Nos dão a sensação de não ser bom o bastante, de que não deveríamos pensar tal coisa, ou seja, negatividade.

É importante notar essa diferença, e entender que quando nos sentimos mal nos destacamos da nossa força interior. Neste caso a mente tomou conta, e perdemos a consciência.

4. Atenção aos Impulsos Exteriores: Sincronicidades, Coincidências, Sinais da Vida, etc.

Quando estamos alinhados com o nosso propósito interior, nos predispomos a notar sinais que a vida nos manda. Identificar o propósito exterior também pode acontecer através de um impulso exterior. Recados que a vida nos traz, situações que nos ocorrem. Por exemplo: a pessoa amada te deixa, a perda de um emprego, alguém do seu passado reaparece, pessoas novas entram em jogo, etc..

Também recebemos muitos sinais através de sincronicidades, coincidências significativas que a mente tende a etiquetar como aleatórias e sem importância. Mas se interpretadas com o coração, podemos entender um sentido por trás, recados importantes sobre que decisão tomar, que direcção ir., etc.

5. Estar Bem com o Fato de que Tudo Acontece por um Motivo

Nem sempre a vida te leva pra onde você pensava, e é importante entender que isso não tem nenhum problema. Talvez era exatamente a outra coisa que você deveria fazer. Como no conhecido ditado popular:

Deus escreve certo por linhas tortas

Por isso, encare todas as situações como fonte de aprendizado, como um dom valioso que contém algo de importante. É um treinamento à deixar de lado as preferências pessoais. É aceitar que a vida sabe melhor do que você o seu caminho certo.

É cultivar a certeza de que o universo não dá ponto sem nó. Essa aceitação traz uma grande clareza do que deve ser feito, e assim, abre o canal para compreender o propósito secundário.

Como Saber Se os 2 Propósitos Estão Alinhados?

O propósito secundário é ligado ao fazer. Por isso, mesmo que você ainda não tenha identificado um grande propósito que guie as suas ações, aja alinhado com o propósito primário. Assim você estará criando o seu propósito secundário.

Esse tipo de ação requer que a sua consciência esteja no momento presente (e não sufocada pelos pensamentos incessantes). Isso é definido por Eckhart Tolle como uma Ação Desperta.

propositos-alinhados-001

A Ação Desperta nada mais é do que agir no momento presente estando de bem com a vida e consigo mesmo.

Ela nos alinha ao poder criativo do universo.

Para saber se agimos despertos, é preciso estar atento para como nos sentimos realizando as ações cotidianas.

E como perceber isso?

Existem 3 modalidades:

  • Aceitação: fazer de boa vontade. Tem coisas que não gostamos de fazer, mas se as fazemos com aceitação, quer dizer que fazemos de boa vontade. Por isso, faço sem me sentir mal, sem sofrer. É ter paz enquanto realizamos algo.
  • Prazer: fazer com alegria. Mesmo em atividades que não amamos fazer, podemos tirar proveito no momento em que as vivemos. Por exemplo, no trânsito, posso escolher ficar chateado e preocupado com o atraso, ou posso ouvir uma música, um áudio-livro inspirador, relembrar de lindas situações, e sentir alegria.
  • Entusiasmo: fazer com propósito. Quando fazemos algo que enche o coração e nos perdemos na ação, sem sentir o tempo passar. É uma forte indicação de que nessas ações você está alinhado ao seu propósito exterior.

É importante que pelo menos uma dessas modalidades esteja presente sempre que fazemos algo, caso contrário seremos transportados pela disfunção, pelo ego, causando sofrimento à nós e à tudo à nossa volta.

A Verdadeira Realização 

Somente quando temos consciência é que podemos ter um verdadeiro sucesso: você é um sucesso, não pode virar um sucesso. Esse é o propósito interior, e estar o maior tempo possível alinhado à ele deve ser o seu principal objetivo.

A partir dele, todo o resto desencadeia sem esforço, sem luta ou sofrimento.

Ele é o alicerce para a satisfação do propósito exterior, que é ligado ao fazer. É a base para o verdadeiro sucesso.

Se não estamos alinhados com quem somos, não podemos ter plenitude, pois mesmo que alcançamos metas por esforço, duro trabalho, e um “sucesso” como a sociedade o concebe, na verdade não existe alegria nesses empreendimentos, que acabam trazendo sofrimento.

realizacao-pessoal

Ao despertar para si, você fica aberto para encontrar o que te dá entusiasmo e as coisas que você não pode não fazer. Isso pode acarretar uma grande transformação na sua vida, como a mudança de trabalho, ou de cidade, país, etc..

Mas não necessariamente o seu propósito exterior comporta uma mudança no que você está fazendo: pode ser que essa mudança se dê no COMO você faz as coisas.

Tem pessoas que continuam no mesmo trabalho, na mesma situação anterior, mas tendo esclarecido o propósito primário, ou seja, estando em paz consigo mesmas e com o onde e como elas estão, passam a mudar o modo de ver as coisas, e encontram novas possibilidades de atuação dentro da situação na qual já estavam.

Recapitulando

  • Porque encontrar o propósito é tão difícil?

Porque a maioria das pessoas não sabe que têm 2 propósitos. Elas buscam o propósito secundário sem se dar conta de que o propósito primário é um pré-requisito. A idéia de “encontrar” coloca a atenção no futuro e o poder do agora se perde;

É simples encontrar os propósitos. Eles não requerem nenhum esforço, somente a tomada de consciência: o encontro da paz interior. Ela é o propósito primário, que abre as portas para a descoberta do propósito secundário.

É difícil pois não existe um caminho lógico e linear para alcançar o propósito primário. Ele ocorre à partir de uma mudança interior, do despertar da consciência. (os passos aqui descritos ajudam na abertura da consciência, mas a sua efetividade depende de uma busca interior)

  • O Propósito Interior

    Ligado ao Ser, atemporal e mais importante (primário). Estar de bem consigo mesmo, ter a consciência presente;

  • 5 Passos para Encontrar o Propósito Interior (explicação acima)

1. Entender o seu grau de conexão com a natureza interior e exterior (teste: “Qual é o seu Grau de Conexão com a Natureza Interior e Exterior“);

2. Criar lacunas com a respiração;

3. Perceber as lacunas no cotidiano;

4. Fazer coisas com presença;

5. Fazer contato de qualidade com a natureza

  • O Propósito Exterior

    Ligado ao fazer, ao tempo e secundário. Se realiza por uma ação desperta, entendendo que a vida quer de você em cada momento (não necessariamente algo épico)

  • 5 Passos para Encontrar o Propósito Exterior (explicação acima)

1. Parar de buscá-lo;

2. Se alinhar ao propósito interior;

3. Atenção aos impulsos interiores;

4. Atenção aos impulsos exteriores;

5. Estar bem com o fato de que tudo acontece por um motivo.

  • Para uma verdadeira realização os 2 propósitos precisam estar alinhados

    Para saber se estão alinhados, quando agimos temos que sentir uma dessas 3 coisas:

– Aceitação;

– Prazer;

– Entusiasmo.

 

E você, está na busca pelo seu propósito?

Agora já ficou claro que existem dois propósitos. É fundamental ter o primeiro propósito atingido para que o propósito secundário venha à tona, se apresente sem esforço.

E eles precisam estar alinhados para que você encontre bem-estar em todas as ações que realiza.

Então me conta o que você achou deste artigo, a idéia é que ele fosse útil para você! É importante saber se ele te ajudou de fato. Vou adorar poder dialogar sobre isso!

E se você curtiu, não se esqueça de compartilhar para que a mensagem chegue à mais gente.

Obrigada e até a próxima!

A sua grandeza é a sua natureza!

Isa Gama

Fundadora do Desenvolvimento Natural

 

* Título Oficial do livro de Eckhart Tolle em Português: “Um Novo Mundo: O Despertar de Uma Nova Consciência”

Foto Capa: lux nova by kelsey hannah

 

PS – Uma boa ferramenta para entender se você está alinhado ao seu propósito primário é o teste que mede o grau de conexão com a natureza interior e exterior. Um modo divertido de se descobrir! Vá agora ao teste neste link.

PPS – Se você gostou desse assunto e quer aprofundar, tem uma série de vídeo-aulas (em inglês) de Oprah Winfrey sobre o Livro de Eckhart Tolle “Um Novo Mundo” (que me inspirou a escrever este post). No Youtube você encontrará todas as aulas, aqui deixo o link da Aula 9, que fala especificamente sobre o propósito interior: Eckhart Tolle – A New Earth Ch 09

Isa Gama
escrito por:Isa Gama
Após me Doutorar em Sociologia, conheci e me encantei pela Ecopsicologia. Fiz um Master em Ecopsicologia na Itália, tornando-me uma Ecotuner: uma nova e cativante profissão que reconecta os indivíduos com a natureza interior e exterior, conduzindo à Magia da vida! Acredito que os seres humanos têm o dever e o prazer de amar e proteger a Terra. Meu lema atual é: se o tempo vai passar de qualquer maneira, vou dedica-lo à realização dos meus sonhos!

10 Comentários

  • Muito obrigado por esse belíssimo texto.
    Apesar de não ter o costume de comentar, eu precisava demonstrar minha gratidão.
    A forma como você abordou esse assunto foi muito esclarecedora, como se uma lâmpada se acendesse dentro do meu espírito. Tudo fez muito sentido pra mim, mas sinto que a minha caminhada será bastante longa ainda até que encontre alguma paz.
    Abraços e continuem com esse belo trabalho, porque vocês estão fazendo a diferença na vida de muitas pessoas.

    • Oi Fernando! Tudo bem?
      Nossa, você não sabe o quanto fiquei feliz com esse comentário! Obrigada de coração! Era essa a intenção do texto, que de algum modo pudesse esclarecer esse grande mistério em volta do propósito! Para mim também foi muito esclarecedor quando li no livro de Eckhart Tolle! Por isso eu quiz compartilhar!
      Não desanime na sua caminhada de crescimento interior. É um caminho sem volta, e se algo dentro de você se iluminou, é porque essa sua luz está mesmo querendo brilhar bem forte! Ela já está em você! Só precisa deixar ela brilhar!
      Beijos e tuuudo de bom!!
      Isa

  • Isa,
    faz um tempo que tenho buscado o caminho do autoconhecimento e muitas vezes me perco no fluxo dos pensamentos e apegada aos acontecimentos externos.
    Há alguns dias me encontro assim e seu texto trouxe a tona tudo que precisava relembrar!
    Muito obrigada!
    Parabéns pelo post e pelo blog 🙂
    Abraços

    • Olá! Obrigada pelo feedback!
      É bem normal cair no fluxo dos pensamentos incessantes, eles fazem parte da nossa natureza. Pensar é involuntário. O importante é o que você tem feito, ou seja, notar os pensamentos e relembrar de coisas para cultivar a presença e o autoconhecimento.
      Abraços e valeu demais pelo carinho!
      Isa

  • Isa, a 4 meses eu comecei um projeto de trabalho voluntariado pela Ásia em busca do meu propósito de vida. Em uma das mais marcantes experiências que vivi aqui (morar com uma monja por 15 dias) me lembro de dividir com ela a dificuldade que estava tendo em identificar o meu propósito. A resposta da monja veio rápida e assertiva: viva o presente!

    • Oi Leticia!
      Ah que legal a resposta da monja! Às vezes queremos tanto saber sobre um propósito maior, e na verdade estarmos no presente dissolve esse problema que criamos.
      Um abraço e bom trabalho!
      Isa

  • Oi Isa!!! Gratidão imensa por esse texto fantástico, repleto de informações luminosas a serem vivenciadas na prática !! Por essa Luz em forma de texto!
    O texto e todo o movimento Desenvolvimento Natural vem em um momento muito especial e de extrema sincronia em muitos aspectos.
    Muita gratidão à você, e à Sabedoria e Sincronicidade do Universo.
    Inclusive gostaria de saber se há algum endereço de email ou face em que eu possa entrar em contato contigo? hihihi
    Um grande beijo!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos