SaúdeVida Natural

Todo o poder das plantas dentro de um vidrinho: a aromaterapia

36074a016eaa99389fe57fd319ca0bdf

E se fosse possível condensar as principais características das plantas, de maneira natural, para fins terapêuticos? Pois é isso que acontece nos óleos essenciais! Eles são considerados a forma mais concentrada de energia vegetal que encontramos disponível.
Os óleos essenciais são substâncias orgânicas e naturais, com propriedades terapêuticas comprovadas cientificamente. Promovem o equilíbrio endócrino, além de fortalecer o sistema imunológico e harmonizar os hemisférios cerebrais, levando a um relaxamento profundo e bem-estar.
O campo de atuação dos óleos essenciais é muito amplo. Há inúmeras pesquisas científicas sobre as propriedades clínicas dos óleos essenciais, mas seu potencial não para por aí. Existem estudos avaliando o desempenho desses produtos em controle biológico de pragas, gastronomia, associados à prática de atenção plena, dentre outros.

[Aromaterapia: uma viagem através das essências]

Qual a diferença entre óleo essencial, óleo vegetal e essência?

O óleo essencial é um concentrado de substâncias voláteis obtidas das flores, talos, raízes e folhas de plantas por um processo de destilação a vapor. Possuem propriedades terapêuticas e contraindicações de uso, podendo ser tóxicos, fotossensíveis ou dermocáusticos.
O óleo vegetal é extraído de frutos secos, sementes ou flores, por primeira pressão a frio. Possuem propriedades nutritivas e protetoras para a pele. Não apresentam riscos de toxicidade nem contraindicações. São usados como óleo carreador dos óleos essenciais.
A essência é fabricada de maneira sintética, produzidas em laboratórios e não possuem nenhum efeito terapêutico. Geralmente são derivadas de petróleo ou derivam de óleos essenciais altamente diluídos em óleo mineral. São usadas para aromatizar cosméticos, alimentos e produtos de limpeza. As essências costumam ser vendidas sob o errôneo título de óleo essencial, porém com um valor muito menor que este.

Principais óleos essenciais e suas aplicações

laranja

Lavanda: indicado para tratar alergias, dermatites, queimaduras, enxaqueca, estresse, acne, sinusite e resfriados em geral. Possui efeito relaxante. Único óleo essencial que pode ser utilizado sobre a pele sem diluir.

Eucalipto: possui ação expectorante, é indicado para tratamento de asma, bronquite, resfriado, tosse.

Laranja: auxilia nos processos digestivos, constipação e flatulências.

Gerânio: para tratamento de TPM, menopausa, acne.

[Aprenda a fazer óleo essencial de laranja]

Como usar os óleos essenciais?

Eles podem ser utilizados de diversas maneiras: massagem, compressas, difusão aérea, inalação, lavagem local, presentes em cosméticos, dentre outras. Importante ressaltar que os óleos essenciais nunca devem ser usados diretamente sobre a pele, e sim diluídos em um óleo carreador (um óleo vegetal) – com exceção do óleo essencial de lavanda.
Algumas correntes defendem a ingestão do óleo essencial, mas essa prática é polêmica dentre os profissionais, pois não há evidências suficientes de que seja segura, nem estudos suficientes sobre os efeitos acumulativos do óleo essencial no organismo.

Apesar de todos os benefícios da aromaterapia, seu uso deve ser com muita precaução, se possível sob a supervisão de um profissional especializado. A utilização de doses acima do recomendado pode causar prejuízos ao paciente. Muitos óleos essenciais não são indicados para uso em crianças e gestantes, por terem efeito direto no sistema hormonal. A nível psicoemocional, alguns óleos essenciais podem causar desconfortos como, por exemplo, liberar emoções há muito tempo reprimidas, gerando na pessoa um fluxo de sensações muito intenso.
Se usada de maneira correta, a aromaterapia é uma ótima ferramenta para manter a saúde do corpo e da mente!

Referências:

Aromacologia: uma ciência de muitos cheiros. Sônia Corazza. Ed. Senac São Paulo, 2015.

Base da Química dos Óleos Essenciais e Aromaterapia. Adriana Nunes Wolffenbuttel. Ed. Laszlo, 2016.

 

Print Friendly
Jho Hansen
escrito por:Jho Hansen
Uma consciência buscando o equilíbrio entre dois extremos: de um lado, bióloga e pesquisadora científica; do outro, uma curiosa das terapias bioenergéticas, alimentação consciente e ferramentas para expansão de consciência. Acredito que nossa realidade é resultado de tudo aquilo que colocamos para dentro, desde a comida que ingerimos até os pensamentos que alimentamos. Dedico minhas horas vagas ao estudo e prática de nutrição ayurvédica, reiki e outras terapias energéticas, numerologia e fitoterapia – e é com muito Amor que compartilho o que venho aprendendo de tudo isso!

1 Comentário

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos

%d blogueiros gostam disto: