SaúdeVida Natural

Saiba como os exercícios físicos podem impulsionar sua saúde mental

saúde mental

Vivemos em uma época em que anúncios sobre medicamentos farmacêuticos são feitos no rádio, na TV, enquanto fazemos buscas pela internet e até mesmo no nosso e-mail. Nos EUA, uma pesquisa indicou que um telespectador vê em média nove anúncios farmacêuticos por dia. No Brasil desconheço pesquisas que mostrem esse tipo de dado, mas o que percebo é que muitas pessoas procuram soluções rápidas para problemas complexos. Entretanto, um dos impulsionadores da saúde mental que tem sido testado ao longo de muitos anos e se mostrado efetivo, porém muito subutilizado e não prescrito, é o exercício físico.

Recentemente o PickTheBrain.com, um site dedicado ao autoaperfeiçoamento com foco em produtividade pessoal, motivação e autoeducação, publicou um artigo mostrando como os exercícios físicos podem impulsionar sua saúde mental.

A Conexão entre Exercício e Saúde Mental

Se fizermos uma simples pesquisa sobre a relação entre exercício e saúde mental no PubMed, uma base de dados que compreende mais de 27 milhões de citações e resumos de artigos de investigação em literatura biomédica, você encontrará artigos mais relevantes do que você pode imaginar. Coincidência? De jeito nenhum. Já na década de 1930 um pesquisador, John Davis, identificou grandes correlações entre a quantidade e tipos de exercícios físicos utilizados nos tratamentos e os efeitos mentais positivos que eles tiveram sobre esses pacientes.

Desde então, inúmeros estudos foram realizados, e os resultados têm sido extremamente positivos. Um estudo abrangente de 1985 descobriu que “a atividade física e o exercício, provavelmente, aliviam alguns sintomas associados à depressão leve a moderada. A evidência também sugere que a atividade física e o exercício podem ser um complemento benéfico nos programas de tratamento do alcoolismo e outras substâncias que causam dependência química; melhora a autoestima, as habilidades sociais e o funcionamento cognitivo; reduz os sintomas da ansiedade.

Estes benefícios também são conhecidos em todo o mundo, com grupos como o Exercise and Sports Science Australia (ESSA), afirmando que “o exercício parece ser mais eficaz para transtornos depressivos e também pode melhorar o bem-estar mental e a saúde física em indivíduos com transtornos mentais sérios”; enquanto um estudo chinês de 1997, em estudantes da faculdade e do ensino médio, descobriu que “os exercícios físicos eram úteis para reduzir a tensão, a raiva, a fadiga, a depressão e a confusão dos alunos, e melhorar seu vigor e autoestima”. Estes são apenas alguns dos milhares de relatórios que mostram os efeitos positivos do exercício físico sobre a saúde mental. Essa correlação não é limitada pela nacionalidade, idade ou período de tempo – é bastante claro que o exercício físico aumenta a saúde mental.

caminhar

A desconexão

Então, por que, com todo o conhecimento que temos sobre esta relação física-mental, ainda alguns preferem primeiro as pílulas antidepressivas e não os tênis de corrida? As respostas estão além do escopo deste artigo, mas certamente incluem os bilhões de dólares gastos anualmente em publicidade pelas indústrias farmacêuticas; nossa necessidade crescente de resultados imediatos; e (talvez o mais triste de todos), nossa letargia cada vez mais sustentada por nossas crescentes taxas de obesidade a nível mundial. Então, por onde começar?

Re-conectar

O primeiro passo para usar o exercício como um complemento de um estado mental saudável é reconhecer que há uma ligação clara entre o exercício e a saúde mental e que você é responsável pela automedicação com esse poderoso remédio do movimento. No seu nível mais básico, levantar-se e mover-se vai dar-lhe uma visão mais positiva da vida e abrandar alguns sintomas de depressão, ansiedade, dependência e deficiência cognitiva. Então, apenas levante-se e mova-se.

Levando isso para um outro nível, se você quer fazer uma mudança significativa e duradoura ao usar o exercício para melhorar sua saúde mental, existem inúmeros sites dedicados a ajudar os indivíduos a melhorar sua saúde física. Muitos destes são gratuitos, e fornecem treinamentos detalhados, planos de refeições, ferramentas de rastreamento e orientação para ajudá-lo a permanecer no caminho certo.

O Jardim do Mundo escreveu uma lista de 17 aplicativos que podem te ajudar a começar.

pedalar

Ande mais

Não importa o quão ocupado você estiver, existem maneiras rápidas e fáceis de obter mais movimento em sua rotina diária. Coloque alarmes no seu celular a cada hora para sair da cadeira e caminhar pelo escritório ou na sua casa. Procure estacionar a mais de cem metros do seu local de trabalho. Leve seus filhos a pé para a escola se o tempo e a distância permitirem. Obtenha um pedômetro ou rastreador de atividades e tente alcançar um objetivo de 10.000 passos por dia. Se a sua condição física ainda for baixa, não fique preocupado com os números, apenas tente se movimentar mais.

Levantar mais peso

O treinamento de resistência é um dos exercícios físicos mais benéficos que um ser humano pode fazer – particularmente aquele que utiliza múltiplos grupos musculares e partes do corpo. Quando a maioria das pessoas pensa em exercícios de musculação, eles mostram atletas ou fisiculturistas (bodybuilders) levantando grandes pesos em um ginásio, mas, na realidade, qualquer levantamento de peso que você fizer pode causar um impacto positivo na saúde mental, e também na sua saúde física. Para iniciantes, agachamentos sem peso, flexões contra uma parede ou deitar no chão e levantar as pernas para cima podem ser suficientes para obter excelentes resultados. Para os mais experientes fisicamente, um treinamento de peso de três a cinco dias por semana, alternando grupos musculares, será mais efetivo.

saúde mental

Leia mais: Descubra por que sujar-se com terra pode ser um antidepressivo

Faça parte de um grupo

Uma das melhores maneiras de continuar com o exercício físico é fazer parte de um grupo – seja em uma academia, clube ou mesmo no trabalho ou com familiares. Uma ótima maneira de conseguir isso é participar de uma aula de ginástica organizada – pode ser aeróbica, nadar, CrossFit ou qualquer outra atividade. O importante aqui é que você obtenha algum nível de esforço físico.

O que esperar

No mundo dos resultados imediatos que parecemos fazer parte, não é realista esperar que caminhar alguns minutos por dia aliviará todas as suas preocupações de saúde mental. Da mesma forma, não considere este artigo como uma receita para se livrar de seus medicamentos, terapia, dieta ou outros tratamentos e apenas faça alguma forma de exercício físico. O que estamos encorajando aqui é adicionar algum nível de esforço físico à sua rotina diária como um suplemento aos seus tratamentos. O objetivo é certamente ficar livre de sintomas e tratamentos, mas não espere que o exercício seja sua cura. Aqui estão algumas coisas que você pode esperar, e em um curto período de tempo:

  • Melhoria da clareza mental
  • Maiores níveis de autoestima
  • Capacidade cardiovascular melhorada
  • Dormir mais tranquilo à noite
  • Baixos níveis de ansiedade
  • Um melhor senso de propósito

Estes devem ser os objetivos de qualquer pessoa que esteja buscando melhorar sua saúde mental e, com décadas de pesquisas publicadas sobre o assunto, parece ser muito claro que é benéfico você incorporar algum tipo de exercício físico em sua rotina diária.

Fonte: How Exercise Can Boost your Mental Health

Natalie Andreoli
escrito por:Natalie Andreoli
Sou paulistana e desde 2009 decidi me mudar para a ilha da Magia (Florianópolis, SC), pois sentia falta do contato com a natureza. Sou neta de italianos e aprendi desde pequena a gostar de mexer na terra e cuidar das plantas, quando ajudava meu pai com a hortinha dele. Sou bióloga MSc., educadora ambiental e aromaterapeuta. Adoro aprender e compartilhar assuntos que proporcionem uma vida em melhor harmonia consigo mesmo, com os outros seres e com o planeta.

2 Comentários

  • Oi Natalie. Parabéns pelo texto e excelentes informações. Este é exatamente o meu trabalho há alguns anos aqui na Ilha de SC – levar as pessoas para fazer trilhas e se reconectarem com a natureza – fora e dentro. Os benefícios da atividade física – especialmente qdo é feita na natureza – são realmente maravilhosos. Grande abraco e sucesso. Quando quiser alguma dica sobre as trilhas daqui e da Chapada Diamantina é só falar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: