Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
EntretenimentoViagem

Querer é poder: Menos dinheiro pode significar mais felicidade para pessoas que largam tudo por um sonho

3a

O ritmo acelerado da vida urbana, o trabalho, afazeres, problemas, barulhos de carros, buzinas, conversas infindáveis, tudo isso resume, um pouco, do dia a dia da maioria das pessoas que vivem em uma sociedade. É tanta coisa para fazer, são tantos compromissos e metas para atingir que, muitos pensam da mesma maneira: “ – meu dia precisaria ter umas 48 horas para que eu pudesse fazer tudo o que preciso! ”. Quiçá fosse mentira! Mas hoje o mundo contemporâneo exige isso ao querermos permanecer vivendo nas cidades e grandes metrópoles. Toda essa demanda de ocupações diárias resulta em: estresse, ansiedade, depressão e, deixar a família, por muitas vezes, de lado, não aproveitando o lado bom da vida.

Ao se dar conta disso e/ou ao chegar em um nível insuportável de convivência no meio de tanta confusão urbana que, muitos casais optam em largar tudo para ter uma vida mais calma, tranquila, cheia de paz e cheirando a natureza. Tantas vezes esse sonho não sai do papel e dos pensamentos, mas um empurrãozinho, um incentivo e uma dose forte de coragem podem mudar toda a rota da história da sua vida. É o caso de Angela e Jason, casal norte-americano que decidiu mudar completamente de vida depois de um pedido de aniversário do seu filho Bode que, ao completar 4 anos, desejava mais atenção dos pais e que passassem mais tempo com ele. Sorte a deles terem percebido a fragilidade que encontrava seu relacionamento com o filho para ter tal atitude de mudança, pois realmente: nenhum trabalho e todo dinheiro do mundo não podem comprar a felicidade!

9a

O casal vendeu tudo o que tinha e investiu em sua nova casa: uma Kombi 71, que dava certinho para os três e seria perfeito para realizarem seu sonho e viverem finalmente livre das amarrações e preocupações de uma vida urbana. Era para ser uma viagem rápida de um ano, mas depois de mais de cinco anos na estrada e 20 países visitados que o casal não pensa em outro modo de vida que não seja esse.

A dica que eles mesmo dão é não ter medo de ser feliz e sim, arriscar sem saber o que vai acontecer no dia de amanhã. Talvez te falte coragem, talvez você tenha medo de arriscar, mas se a vida que você leva está te incomodando e te tirando a paz você pode sim mudar de direção rumo a felicidade. Quem sabe não seja que nem este casal que largou tudo para viajar em uma Kombi, mas você sabe qual é o seu sonho, não desista dele e corra atrás.

Desde então, eles relatam em seu blog toda a sua trajetória, todos os países e cidades que conheceram e muito mais. Veja: Bodes Well

1a

5a

8a

6a

7a

2a

 

 

Luciana Dutra
escrito por:Luciana Dutra

Sou professora, ainda estou cursando licenciatura em História e pretendo fazer bacharel e me especializar em Arqueologia. Moro com os meus pais e a minha irmã, e mais quatro cachorros, quatro gatos e dois passarinhos. É muito amor envolvido! Amo a natureza, minha casa é rodeada de árvores, plantas e flores. Amo música, e sempre que posso estou envolvida na natureza, com meu violão e minha voz que ecoa aos quatro ventos. A leitura está em meu DNA e passo a maior parte do meu tempo lendo. Um dia quero poder viajar pelo mundo, conhecer vários lugares, culturas e muito mais.

6 Comentários

  • No terceiro parágrafo informa também que o casal vendeu tudo o que tinha para comprar a Kombi e logicamente investir e administrar o restante do dinheiro. Sem contar com a criatividade que é muito importante para quem busca novos horizontes e estilo de vida com “menos dinheiro”. Um dia chego lá. Abraços!.

    • Alex, se você pretende seguir um caminho parecido, eu lhe desejo muito sucesso. Tenho certeza que vale a pena. Estou me planejando para isso também. Não sei exatamente o que eu quero, mas já tenho certeza do que não quero. rsrs

  • Sempre tive o desejo de viajar o mundo e a cada dia essa vontade aflora mais em meu ser. Tenho 21 anos, sou universitária ,trabalho numa multinacional,além de ser coberta de responsabilidades. Outro dia, conversando com um amigo, estava lhe contando alguns dos meus afazeres e ele me surpreendeu com uma pergunta “Você , é feliz?”Fiquei chocada com o questinamento , e disse “Não”. A partir disso, comecei a medir o que é saudável para minha minha vida e se vale a pena todas essas coisas que vem tomando todo o meu tempo ,não me trazendo felicidade..

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos