BikeSustentabilidadeViagem

Cicloentrevista: O Bonito do Caminho

1

Acreditamos que viagens podem ser tão inspiradoras como são revolucionárias, por isso o Jardim do Mundo vai trazer, a partir de hoje, uma série de entrevistas exclusivas, com pessoas que transformaram suas viagens em um estilo de vida que chama cada vez mais atenção. Viajar de Bicicleta!!!

 Para quem não acredita que é possível fazer tudo isso, essa série traz a resposta:
É hora de você pensar no seu próximo destino com olhos diferentes. Viajar pelo caminho muito mais do que pelo destino.

Para começar a série de  entrevistas, apresentamos Ismael, Karina e Estopa  com o projeto “O Bonito do Caminho”. Particularmente, nós adoramos esse casal, sua filhota Estopa Escrota e os seus divertidos vídeos da viagem de Floripa (SC) até o Uruguai. Beleza e doçura é a especialidade do projeto, que tem o dom de prender o espectador essencialmente  pela simpatia e claro, a aventura de sair por aí de magrela.

1

Confira a entrevista minuciosamente respondida pela a Estopa: 

1) Quando e como vocês decidiram viajar de bicicleta? O que faziam antes?

Meus pais decidiram que iríamos vender tudo o que tínhamos e usar essa grana pra viajar de bici depois que eles voltaram de um mochilão pela Chapada dos Veadeiros, isso nas férias de julho de 2014. Eu fiquei braba quando eles foram sem mim nessa, e então quando eles chegaram em casa do mochilão e me contaram da ideia, fui logo dizendo:

-Tudo bem! Mas chega de andar de bici na cestinha, eu vou querer um carrinho só pra mim, ô quiridus!

E fizeram o tal do carrinho mesmo! Antes da viagem a mamãe estudava Ciências Sociais e o papai Design, e eu não estudava nada.

2) Como foi a preparação do equipamento?

Meus pais economizam em tudo, até no peso dos apetrechos, impressionante! Pra decidir qual equipamento comprar, eles usaram muito o site do André e da Ana (www.pedarilhos.com), o papai disse que é o melhor site sobre cicloviagem em português. Fora isso, eles mesmos construíram algumas gambiarras e sempre que dava, compravam o equipamento usado ao invés de um novo.

3) Como foi o primeiro passo para essa vida? Onde foram? Quais foram os desafios encontrados?

A primeira pedalada que fizemos os três juntos, foi pra Guarda do Embaú-SC. Eles me levaram numa caixa de frutas em cima da garupa e eu não gostei não, enjoei e vomitei toda a ração do almoço. Mas depois passou e deu pra curtir a praia numa boa. Nessa viagem já deu pra ver que precisávamos de uma barraca maior e de um fogareiro pra cozinharmos nossa própria comida. O mais difícil, até pra mim, que sou uma cachorra e nem tenho muitos compromissos, é se desapegar das coisas e dos confortos que a gente tem morando numa casinha na cidade. Mas depois acostuma, e é até melhor! Sempre íamos e íamos e não precisávamos voltar nunca, todo dia é um lugar novo, é bom demais!

collage

4) Por onde vocês já passaram?

Conhecemos boa parte do litoral catarinense e outro tanto do Rio Grande do Sul, no Uruguai pedalamos também pelo litoral até chegarmos a Montevideo.

5) Como é a vida de vocês hoje?

Hoje estamos de volta na cidade e eu estou meio deprê. Durante a viagem parecia que eu realmente estava viva, cada dia num lugar novo, correndo pelo mato e assustando as vaquinhas! Agora passo o dia dentro de casa com umas saídas a pé até a pracinha e ás vezes uma volta de bike, mas na cestinha, enquanto isso meus pais tão trabalhando e juntando dinheiro pra fazermos uma nova viagem, IUHUL!

6) Como se mantém financeiramente na estrada?

Com o dinheiro que tínhamos conseguido da venda das coisas, até minha casinha foi parar no bazar! Meus pais também fazem plaquinhas pras bicicletas com mensagens de conscientização, e adesivos pra carros também, e vendem pelo Facebook, então a venda deles também ajudou com um dinheirinho!

7) Qual foram os maiores desafios da viagem?

Fisicamente, acho que pros meus pais foi quando eles tiveram que empurrar as bicis por 2km na praia com uma areia bem fofa daquelas que quando você pisa a pata afunda toda, enquanto isso eu tava de boa me esfregando nos peixinhos que ia encontrando pelo caminho. E quando chegamos no Uruguai tomamos um susto com o preço das coisas, a comida era cara e tivemos que nos virar pra se alimentar bem, sem gastar todo o dinheiro do cofrinho. Lá também não tem chuveiro nos postos de gasolina e era difícil achar lugar pra tomar banho (melhor pra mim!).

1

8) Qual foram as melhores surpresas da viagem?

Ver o sol se pondo dentro do mar, nem sabíamos que daria pra ver isso nessa viagem! Foi na cidade de Las Flores, no Uruguai. E a hospitalidade do povo de Tavares-RS, também nos marcou! Fomos muito bem recebidos pelas pessoas e pelos cachorros da cidadezinha, um dia vamos voltar lá.

9) Quais os conselhos dão para quem quer viajar de bicicleta?

Que façam um planejamento, mas sem esquentar a cabeça com equipamentos e datas, a bicicleta vai proporcionar alguns pneus furados e mais outras tantas experiências que não tem como prever, mas isso é bão demais! E ah! Pesquisar o preço da comida antes de ir pra um país pode ser uma boa, NÉ PAIZÃO?!

Estopa 

[Durante a semana estaremos publicando mais relatos de pessoas que viajaram pelo Brasil e o mundo de bicicleta, não deixe de acessar o Jardim do Mundo.]

Não deixe de conferir o canal do “O Bonito do Caminho”

Jardim do Mundo
escrito por:Jardim do Mundo
Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

1 Comentário

  • Maravilha de pedal eim Estopa, na quela brincadeira de esfregar nos peixes você deve ter ficado muito cheirosa.
    Abraço parabéns a você e aos seus pais pela viagem.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos