Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
ReflexõesVida Natural

Meditando no amor – Das palavras à experiência

 

A prática da meditação sempre traz consigo a motivação de se mover através de pensamentos elevados e em conexão com valores genuínos inatos a todo ser. Todo ser possuí em si uma beleza inexplicável e distante de uma “beleza” formatada. Todo ser possui em si, verdade. Todo ser é amor e tem amor para doar. Tal constatação é logo experimentada quando o mergulho na meditação é interessado, quando há um espaço de prioridade para essa prática.

A meditação para muitos era vista somente como hobby, mas logo se tornou uma prática regrada para iniciar e finalizar o dia, por ser uma espécie de fio condutor de energia pura e uma base de apoio sustentável . O efeito poderoso que a meditação traz,  transforma o hobby em hábito firme. E que efeito poderoso é esse que tem atraído cada vez mais interessados?

É o efeito do AMOR.

Amor esse, não definido como um amor com condições e trocas ou como um amor tangível que só funciona na presença de outro alguém. O amor que a meditação enfatiza é o amor límpido e movido por uma conexão mais elevada e  mais direta consigo mesmo. É o amor que liga a alma de um ponto a outro. De um ponto sutil a um outro maior e que nos preenche completamente.

A meditação mostra o amor sem limitações e sem apegos, mostra um amor intocável, original, purificador e transformador!

meditando

A experiência!

Quantos que já tiveram a experiência de uma meditação profunda e com entrega, sentiram tamanha integração com a vida a ponto de amar a tudo e a todos sem distinção?

Ainda que inicialmente essa sensação seja curta e dure algumas horas, fica claro e comprovado por meio da experiência de meditação, que barreiras e diferenças são coisas pequenas demais quando há uma dose de entrega e confiança ao que não vemos e ao que não “possuímos. A experiência de meditar no amor nos tira da posição de controle e então relaxamos e sentimos uma doce verdade, distante das demandas intensas e ilusórias do mundo.

[Meditação: você sabe o que é?]

Depois da experiência inicial e da sensação de amor límpido e fácil, fluímos com confiança e com doses generosas de empatia e compaixão mundo afora. É essa energia que então nos dá aquela intuição firme de que o mundo pode sim, ser um lugar melhor. Ficamos fascinados com esse poder de sair de um estado para o outro de uma maneira “mágica”. Nos empoderamos, mas com humildade.

Tudo se torna um ponto e é simples assim: um ponto nas situações (que ficam nítidas por meio da clareza que a meditação consegue nos dar), um ponto de Conexão (uma Fonte de energia constante e forte que nos envolve) e o nosso ser, como um ponto simples, que emite vibrações e tem consigo poder de criar cenas e relações mais respeitosas na vida. Interrogações inexistem quando meditamos no amor. Medo se dissolve quando meditamos no amor. Nos fortalecemos quando meditamos no amor.

A meditação promove a expansão do amor que sustenta, que acolhe, que nutre, que respeita, porque começamos a ter primeiro, amor por quem somos e quando amamos nosso ser (aqui, livre de ego) conseguimos amar outros seres sem pré condições. Conseguimos também amar a vida como ela é, compreendendo que problemas são também aprendizados, alarmes e sinais para que voltemos nosso olhar a um espaço silencioso e bonito que possuímos internamente . Uma vez imersos nessa energia de amor que nos torna resilientes e positivos, podemos então, transformar o meio.

incenso

O amor que inspira a alma

Muitas palavras foram ditas sobre viver esse amor intangível e ilimitado:

O amor franciscano nos disse: “abraçar cada ser, fazer-se irmã e irmão, ouvir a cantiga do pássaro na rama, auscultar em tudo um coração … e que se pode amar mesmo a quem não ama, encher-se de ternura e compaixão pelo bichinho que por ajuda clama, conversar até com o feroz lobo e conviver e beijar o leproso, derramar afeto por todo globo… “(Extraído do livro Cuidar da Terra e Proteger a Vida de Leonardo Boff).

Rumi nos encantou com muitas doses de amor:

  • “Sua tarefa não é buscar amor, mas meramente buscar e encontrar dentro de si mesmo, todas as barreiras que você ergueu contra ele.”
  • “Chegou a hora de transformar o seu coração, em um templo de fogo. Sua essência é o ouro escondido na poeira. Para revelar seu esplendor você precisa queimar no fogo do amor.”
  • “Quando lidamos com o amor sem expectativas, cálculos ou negociações, estamos já no céu.”
  • “Você aprende pela leitura, mas a compreensão vem com o amor.”

[Meditação – Concentração para transformação]

Thich Nhat Hanh do budismo nos deixa: “Todos nós possuímos as sementes do amor. Podemos desenvolver essa maravilhosa fonte de energia nutrindo o amor incondicional que nada espera de volta. Quando compreendemos uma pessoa no fundo do coração, inclusive alguém que nos feriu, não conseguimos deixar de amá-la. “

Dadi Janki, diretora mundial da Brahma Kumaris, ( meditação raja yoga) ensina com doçura que: “Em inglês há apenas uma palavra para amor (love), mas que em hindi, há quatro – Pyar, que é um amor que não nos armadilha, é altruísta, não tem relação com estar sedento e com mendigues de um falso amor, pelo contrário, é verdadeiro e isso nos conduz a próxima palavra – Prem, que é aquele amor que trabalha de tal modo que nos deixa preenchido de um amor Divino. Pyar, traz felicidade e Prem nos deixa balançando num balanço da felicidade supra sensorial (acima dos sentidos). Você está preenchido de amor e distribuindo aos outros.Outra palavra é Sneh – Como se fôssemos uma conta de um rosário, que nos aproxima de uma Fonte de Energia Elevada. Estamos ali, perto, bem perto, o redor, protegidos, somos parte de algo maior. A quarta palavra então, é Preeth budhi, que indica um intelecto amoroso, não preenchido com dúvidas, portanto, um intelecto que conduz a vitórias. Com tal compreensão dessa dimensão do amor, o fio do amor se tornará forte como o fio de uma pipa. Você o segura em seu dedo, mas tal fio está conectado lá em cima. Temos uma conexão uns com os outros, não há distinção que diga “esse é bom, aquele não”. Todos são bons. Você não pode expressar o significado do amor através de palavras, mas através dos sentimentos de seu coração, sua visão e atitude. E isso dá uma experiência de verdade e de amor.” (Adaptado do vídeo disponível no canal VideosOBK, da Brahma Kumaris – Dadi Janki / Amor).

Citei apenas quatro lindas fontes que nos motivam a meditar no amor, meditar para sentir esse amor que por vezes passamos a vida buscando. Mas, é certo que tantos outros abordaram esse tema com base em experiências de uma conexão silenciosa com o espaço interno. O amor exposto nas inspirações nos dá o mapa de para onde devemos voltar (dentro) para, então atuar melhor no cenário planetário.

Com o mapa nas mãos, fica a proposta para que a agenda cotidiana contemple a meditação, contemple uma imersão no amor e envolva mais experiências de silencio e autodescoberta. Tomemos essa dose de carisma por nós e pelo mundo. O amor regenera , por tal razão qual seria a contra indicação? Nenhuma.

Valeria Amores
escrito por:Valeria Amores

Val é de Santos, gosta do nascer e do entardecer alaranjado que o céu do litoral concede quase todo dia! Pedagoga, apaixonada por projetos sociais e por movimentos que incluam o uso de todo potencial criativo, ou seja, toda ideia é uma semente cheia de valores. Toda ideia é flor e fruto. Toda ideia alimenta e nutre algo. Vegana , mãe de duas almas lindas, pratica meditação Raja Yoga, voluntária e aluna nas atividades da Brahma Kumaris Brasil . Estuda gestão ambiental, cozinha bastante, cria receitas veganas, compartilha, ensina. Tem 37 anos e acredita no poder da ecologia e da sustentabilidade interna como motivadores para um mundo melhor. Comunicativa, silenciosa e também faladeira, risonha , gosta de escrever e papear sobre coisa elevadas e positivas. Adora desconstruir limites que nos prendem a gravidade e ao peso, acredita na psicologia positiva sempre e tanto, o quanto for possível e necessário. Vamos voar para as possibilidade de melhoria, que tá na hora!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos