Horta OrgânicaSustentabilidade

Mapa das hortas urbanas de São Paulo

1a

Pouco a pouco fomos perdendo o contato com a terra, o cheiro do mato molhado e o real sabor de frutas e hortaliças.Para resgatar esta conexão com a natureza e o hábito da alimentação saudável, a cada dia surgem mais e mais hortas urbanas espalhadas pelo país.

O mais interessante é que elas não estão no quintal da casas das pessoas, mas localizadas em espaços públicos da cidade – em praças, terrenos abandonados e até esquinas. A ideia é que a comunidade se reaproprie da paisagem urbana através do plantio destas hortas.

Em plena Avenida Paulista, o centro financeiro e nervoso de São Paulo, há dois anos foi inaugurada a Horta Comunitária da Praça do Ciclista. Ali, todo primeiro domingo de cada mês, moradores da região se encontram para mexer na terra e cuidar e regar cebolinha, pimenta, salsinha, couve, feijão e muito mais.

1a

Iniciativa semelhante, a Horta das Corujas, situada numa praça do bairro da Vila Beatriz, na zona oeste da cidade, é um projeto experimental. A intenção ali é criar um local para estimular o convívio social e servir de instrumento para a educação ambiental. Alguns canteiros são usados por escolas da região, mas a horta que tem somente hortaliças, é aberta ao público e a ajuda de todos é sempre bem-vinda.

A ideia da construção da Horta das Corujas foi das jornalistas e pesquisadoras de agroecologia Claudia Visoni e Tatiana Achcar. Hoje elas coordenam o grupo Hortelões Urbanos, que promove e incentiva estas intervenções pela cidade.

Há diversas outras áreas de cultivo espalhadas pela capital paulista. Se você gosta de plantar e quer participar deste movimento, confira o site com o mapa das hortas urbanas de São Paulo.

Fonte: Exame

Jardim do Mundo
escrito por:Jardim do Mundo

Normal ou não, um clichê da sociedade contemporânea ou um casal unido por amor, afinidades e desafinidades, que transforma arte e ciências em pequenos projetos domésticos. Criar um jardim onde antes não se imaginava poder, provar de inúmeras receitas que são também oportunidades, utilizar e reutilizar ao máximo, aprender e aplicar princípios que projetam um estilo de vida mais simples e otimista, acreditando que podemos fazer algo de bom ou de belo enquanto fazemos algo para nós e não apenas para nós.

3 Comentários

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos