Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
1

Mandala é uma palavra sânscrita que significa círculo ou círculo mágico. Em várias épocas e culturas a mandala foi usada como expressão científica, religiosa e artística. Os primeiros registros sobre povos que criavam estes objetos vem do Tibet. Temos alguns tipos de mandalas: com areia, fios de lã, pintadas, desenhadas, entre outras. E, além dessas, que são objetos de decoração ou para usos espirituais e terapêuticos, a permacultura levou a mandala para a horta. Isso surgiu com Bill Mollisson, em 1970, o ambientalista australiano, conhecido, aqui no Jardim do Mundo, por suas contribuições na permacultura, começou a criar hortas em forma de mandala.

Mandalas para decoração

Como já foi dito, existem alguns tipos de mandalas para decoração (com fios, desenhada e pintada, respectivamente):

4

10

As mandalas são lindas e inspiradoras por sua geometria, desenhos e cores. Criar sua própria mandala é uma forma de terapia. Ao construí-la você se mantém focado nela, isso é uma forma de meditação, estar presente, ajudando a ter autodisciplina, autoestima, autoafirmação, paz interior, criatividade e libertação do estresse emocional. Além disso, ao criá-la você vai de encontro a questões internas nunca compreendidas, seja pela escolha da cor ou dos desenhos, e por vezes liberadas na criação da sua mandala.

Então, pensando em todos esses benefícios, que tal construir sua própria mandala? Dentre as várias formas de se fazer escolhi a que reutiliza CDs velhos para mostrar como se faz, mas se você se dá melhor com outra forma de arte, como desenhar ou com linhas, faça sua mandala com essa técnica. Mas vamos para de falar e vamos à prática!

Mandala com CD

Materiais:

– CD que você não usa mais;3

– Tintas para vitral das cores que você quiser (essa tinta permite que a luz ultrapasse);

– Tinta alto relevo (para o contorno);

– Pincel;

– Molde, em papel, de uma mandala (do tamanho do CD);

– Fita e linha.

Colocando em prática

1 – Tire toda a camada adesiva do CD (aquela que tem o nome do artista);

2 – Com o molde da mandala em mãos coloque o CD por cima e prenda com a fita;

3 – Faça o contorno do desenho da mandala no CD com a tinta alto relevo e deixe secar. Depois já pode retirar o molde e contornar o espaço onde estava a fita e deixe secar novamente;

4 – Agora é a hora de preencher o desenho com cores. Para isso use a tinta para vitral e a criatividade para pintar toda a mandala. Quando estiver pronta deixa secar;

5 – Para pendurar sua mandala faça um furo (é recomendado ser com uma furadeira, mas se tiver outra ideia de como furar use-a) próximo da extremidade do CD e amarre um fio de nylon ou fita ou outra linha que você tiver. Pendure onde sentir que ela deve ficar.

Se com esses passos você não conseguiu entender como se faz a mandala temos o vídeo abaixo que ensina a fazê-la:

PS.: No final dessa publicação disponibilizamos dois moldes para você.

Horta em forma de mandala

Isso mesmo! Podemos usar o formato das mandalas na horta. Essa forma de horta economiza água, trabalha com a diversidade de plantas, aproveita melhor o espaço, usa fertilizantes apenas orgânicos e poupa o solo.

Mas porque usar esse formato em vez de outros? Um dos princípios dessa forma de horta é: copiar o desenho da natureza. Se observarmos não existe muita coisa quadrada ou retangular na natureza e sim formas arredondadas.

Existem alguns modelos de horta em forma de mandala:

13

7

14

Qual seria o melhor? Daí fica ao critério de quem for fazer e do espaço que tem disponível.

Escolhemos um dos formatos para mostrar como é feito. O formato é o da horta buraco de fechadura, pois ele ocupa um espaço menor, dá de plantar mais de um tipo de planta e é de fácil manutenção. Essa horta ganhou o nome buraco de fechadura pelo seu formato em círculo com uma fenda para a entrada do produtor. Então, vamos  ao passo a passo de como construir ela!

Horta mandala buraco de fechadura

Materiais:21

– Palha;

– Serragem;

– Jornais;

– Terra misturada com húmus de minhoca;

– Mudas de hortaliças como rúcula, repolho, alface ou outras de seu gosto.

Como fazer

1 – Escolha um local que receba a luz do Sol, de preferência, o dia inteiro.horta

2 – Defina o tamanho da sua horta. Isso depende do espaço que você tem e do tamanho que você quer para ela. O ideal é que o seu braço alcance o centro da horta. E demarque esse espaço. Lembrando que como é em forma de mandala sua horta vai ter a forma geométrica de um círculo.

3 – Agora é a hora de cavar um caminho, por onde as pessoas vão circular, ao redor da horta. Ele deve ter no mínimo 15 cm de profundidade. Toda a terra, sem pedras, que for retirada deve ser colocada na horta, para formar sua base. Esse caminho deve ser cavado pois permitirá o acúmulo da água da chuva e uma infiltração lenta. Com uma enxada nivele a terra que foi colocada na horta.

4 – Pegue jornais e molhe-os. Distribua-os por toda a horta, até mesmo nos caminhos cavados. Não economize no jornal, é importante ficar bem forrada.

5 – Distribua palha por toda a horta, menos nos caminhos. Deve ser colocado 30 cm de palha, arrume-a bem. E não se preocupe em achar que é demais, pois depois de uns dias essa altura vai diminuir.

6 – O acabamento é feito dobrando a palha para dentro. Movimento semelhante ao que se faz quando é colocado um cobertor nos pés da cama e empurramos ele para baixo do colchão.

7 – E por ultimo coloca-se a serragem pelos caminhos cavados ao redor da horta.

Hora de plantar!

Levando em consideração que a diversidade é muito importante para a ecologia devemos plantar as mudas de forma misturada. Isso também ajuda a prevenir o ataque de pragas, pois fica mais difícil para elas chegarem às plantas. Plantar mudas de manjericão e hortelã no meio de sua horta também ajuda a manter afastado os predadores, além de você poder utilizá-los na comida e para chás! Mas vamos ao plantio!

plantas1 – Para plantar abra um buraco, com um facão, no meio da palha. O buraco deve ter o tamanho de uma embalagem de refrigerante de 2 litros.

2 – Neste buraco coloque a terra com húmos de minhoca e plante a mudinha. O espaçamento entre as plantas deve ser de 20 cm. Alterne entre uma planta que cresça para cima, como a alface, e uma que cresça para baixo, como a beterraba.

PS.: Plantas que não aceitam o transplante, como a cenoura e o rabanete, deve ser plantadas diretamente na horta. Para isso faça o mesmo procedimento como se fosse plantar a muda, mas ao invés plante a semente.

Ao terminar o plantio regue a horta, as plantas e a palha. Essa forma de horta necessita menos manutenção, o que você deve repor é a palha, quando esta estiver muito baixa. Ela também vai precisar de menos água, pois a palha retém umidade.

Assim que você começar a colher as hortaliças vá substituindo por novas. Você não precisa, necessariamente, plantar a mesma hortaliça que estava plantada naquele buraco. Rotatividade é importante.

Se você tiver um espaço maior pode fazer mais de uma horta dessa e fazer uma mandala maior, como na imagem:

22

PS.: Molde da Mandala de CD:

0

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Vegetariana por amor ao próximo e praticante de Yoga por amor a si. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

3 Comentários

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos