Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
ReflexõesSaúdeVida Natural

Instinto Selvagem: 5 Jeitos de Alavancar a Sua Sensualidade Natural

22

A sensualidade é um elemento que proporciona encanto à experiência que é viver. É uma energia vital que une um componente sexual a um componente espiritual. Somos um ótimo canal dessa energia quando estamos conscientes, no momento presente, com todos os nossos sentidos.

Mas frequentemente caímos nas inúmeras distrações e preocupações diárias produzidas pela nossa mente e pelos estímulos externos. Sem perceber, nos distanciamos desta dimensão lúdica e fascinante, que acende nossos instintos selvagens.

Por isso, este post oferece 5 dicas para re-acender essa força selvagem, instintiva e cheia de graça.

Tanto a nossa natureza íntima como aquela que nos circunda, serão nossas potentes aliadas nesse processo. Tudo o que precisamos para re-despertar os nossos sentidos mais primários e poderosos está ao nosso alcance.

Ao seguir esses passos você, facilmente, se tornará um catalisador de gosto pelo bom gosto, de deleite e de fascínio.

Então separe um tempo para brincar com essas experiências sensoriais de ótima qualidade!

Boa prática!

1. Sintonize-se à Natureza

A sensualidade pode ser transmitida da natureza para você, uma osmose espontânea, se você permitir que isso aconteça. (Judith Orloff)

Entrar em sintonia com a natureza é uma potente forma de despertar a nossa sensualidade. A natureza também possui uma energia espiritual e sexual que flui. Se acendemos as nossas antenas sensoriais para o contato íntimo com ela, notamos essa força sutil e adorável nos atravessar.

Desfrute todas as manifestações naturais que te atraem, que incitam prazer. Pode ser um por-do-sol, uma tempestade, uma garoa, uma brisa, uma flor, um arco-íris, uma ventania, um animal, etc.

Permita-se sintonizar a esses eventos e/ou elementos naturais notando as sensações que eles provocam: arrepios, calafrios, excitação, picos de calor, bem-estar, silêncio de qualidade, uma repentina sensação de plenitude, etc.

Quando em presença de lugares selvagens, afastados da civilização, este contato é ainda mais forte. É onde você se sente re-conectado com o todo, com a substância única e primordial da vida.

A verdade que ninguém te contou sobre o seu propósito – em 10 passos

2. Reacenda seu Toque

A sensualidade implica um incremento de qualidade nas trocas sensoriais que temos com o mundo. Por isso, desenvolver nossos sentidos, deixando-os mais refinados, nos dá a capacidade de compreender sinais que sem esse treino passariam despercebidos.

Por exemplo, um sommelier consegue notar inúmeras tonalidades de odores, sabores, texturas de um vinho que uma pessoa sem este treino não percebe. Ele tem muito mais instrumentos para sentir prazeres que ficam imperceptíveis àqueles que não possuem o seu conhecimento.

Por isso que o conhecimento é tão importante: ele amplia a nossa capacidade de ser feliz! Do mesmo jeito, ao aprimorar nosso toque, melhoramos consideravelmente a nossa sensualidade. Ficamos cada vez mais conscientes das boas sensações que ele nos dá.

Para aflorar seu toque, fique bem consciente ao tocar coisas diferentes: perceba texturas, sensações, densidades, etc.. A natureza nos ajuda nessa tarefa. Procure suspender os julgamentos mentais e as pré-concepções, e toque as coisas como se fosse pela primeira vez: toque uma rosa com a face, sentindo as emoções que ela suscita; em um dia de chuva, permita que as gotas toquem seu rosto e imagine que elas são beijinhos caindo do céu; toque o musgo de uma árvore ou de uma rocha com as mãos e com a face, sentindo odores, texturas, como se ele quisesse te envolver em um nobre veludo verde.

Deixe a imaginação te conduzir nessas experiências criando novas possibilidades de sensações. É bem diferente quando você abraça uma árvore imaginando que ela quer seu abraço, do que sem imaginar nada.

3. Reacenda seu Olfato

Os cheiros que eu experimento diariamente me permitem experimentar o lado extravagantemente criativo de Deus. (Brent Bill, Beth A. Booram)

O olfato é um elemento importantíssimo na relação íntima. Ele pode acender ou apagar o seu desejo. Como no exemplo do sommelier, que tem uma grande sensibilidade para odores, você pode reacender seu olfato para que os estímulos desse sentido provoquem efeitos sensacionais em você.

A natureza nos ajuda nesta tarefa, ao nos proporcionar tantos odores diversos. Acenda seu senso olfativo e perceba quais os odores mais te agradam. Busque a companhia deles, através de flores, aromas, essências, óleos, etc.

Usar o olfato nos ajuda também a reacender memórias de experiências significativas de maneira fresca e agradável. É uma forma de reativar sensações como: cheirinho de casa, cheiro de uma coisa adorável, cheiro de amor pela vida, pela natureza, pela magia que é este mundo.

Ao ficar mais consciente de nosso respiro e de nosso olfato, mais facilmente ficamos presentes para a energia divina da criação.

10 livros para te inspirar a mudar de vida

4. Reacenda seu Paladar

Permitir que o sentido do paladar pervada todo o seu corpo com sensações prazerosas é um ótimo modo de ativar a própria sensualidade.

O paladar, se bem explorado, é incrivelmente capaz de elevar a nossa admiração pela vida. É se deixar deliciar, apreciar, deleitar, e ter experiências de grande qualidade com o que ingerimos. A língua é um milagre de sensores que nos proporcionam voluptuosas e exuberantes sensações.

Focalizar nossa atenção no momento em que estamos comendo, bebendo, sentindo algo em nossas bocas, enriquece nosso momento, dando aquela sensação de viver de verdade.

Fechar os olhos para apreciar uma boa comida, nos permite notar os detalhes minuciosamente. Sentir texturas, densidades, aromas, temperatura, gostos, deixando o prazer do paladar se espalhar por todo o corpo.

Então, coma com presença e consciência sempre que se lembrar.

5. Explore o Lado Espiritual do Sexo

O sexo acende nossos instintos mais elementares. Mas para muitos de nós ele acabou virando somente um encontro direcionado ao prazer carnal.

Reconhecer e valorizar o lado espiritual do sexo aumenta, exponencialmente, a sensualidade e a capacidade de desfrutar um prazer que vai além do físico, entrando numa esfera divina e elevada.

O sexo nos dá a oportunidade de expressar tanto o nosso lado mais primitivo e carnal, quanto o nosso lado mais elevado e espiritual. Ele é o canal da vida: um momento mágico, capaz de produzir o milagre mais incompreensível e surpreendente!

Para saborear por completo essa dádiva, temos que ir além das nossas capacidades cognitivas e mentais. Por isso, quanto mais deixamos de lado nossa racionalidade e nos deixamos levar pelos instintos e pela sabedoria divina, maior é o nosso prazer.

É um permitir-se fluir aquele lado irracional, no qual os instintos físicos tomam conta do ser e a mente se aquieta. Se livrando das repressões que a sociedade e a nossa cabeça impõem a essa força vital.

Uma sexualidade vivida como um momento sagrado: tendo presente, seja a componente carnal: forte, crua, sensível, irresistível; seja a componente espiritual: a total intenção de sentir e provocar prazer, sendo si mesmo, livre de censuras, julgamentos, pré-concepções ou inibições.

Se permitir abrir um portal para o transcendente: entregar-se totalmente ao momento de puro êxtase.

Um Canal para a Sensualidade

Com os instrumentos apresentados neste artigo, a sua capacidade de canalizar a sensualidade em seu dia a dia é bem incrementada.

Pratique essas dicas como uma nova forma de viver, de encarar a realidade. Tudo ganha mais cor e as experiências vão deixar aquele “gostinho de quero mais”!

O nosso corpo é um templo que carrega a mais pura verdade espiritual. Um espaço que une a experimentação sensorial à capacidade de se encontrar com o divino.

Quanto mais aprimoramos nossa capacidade física de notar as sensações, mais nos aproximamos e vivenciamos a potência espiritual.  E assim, a sensualidade flui livremente.

Valeu!

PS – Ah, se você tem interesse em entender melhor o quanto você está conectado com a natureza de dentro e de fora, faça agora o teste (em poucos minutos): “Qual é o seu grau de conexão com a natureza interior e exterior?“!

Isa Gama

Fundadora do Desenvolvimento Natural

Isa Gama
escrito por:Isa Gama
Após me Doutorar em Sociologia, conheci e me encantei pela Ecopsicologia. Fiz um Master em Ecopsicologia na Itália, tornando-me uma Ecotuner: uma nova e cativante profissão que reconecta os indivíduos com a natureza interior e exterior, conduzindo à Magia da vida! Acredito que os seres humanos têm o dever e o prazer de amar e proteger a Terra. Meu lema atual é: se o tempo vai passar de qualquer maneira, vou dedica-lo à realização dos meus sonhos!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos