SaúdeVida Natural

Ecologia das Relações: Como Cultivar Relações de Ótima Qualidade?

relação de qualidade meninas

Quantos problemas você tem ou já teve por causa de um desentendimento? Quantas vezes você já se sentiu desrespeitado? E como foi se sentir respeitado? Como você se sente quando alguém se aproveita de você? E quando alguém te ajuda em um momento difícil?

Pois é, lembranças boas e ruins aparecem quando pensamos nas experiências de relacionamentos. Todas elas se referem ao tipo de relação que temos com as outras pessoas. A começar com a relação que temos com nós mesmos.

Mutualismo, Parasitismo ou Simbiose?

Todo mundo lembra das aulas de biologia em que tinham os casos de parasitismo, mutualismo, simbiose, etc.. Eram as tais relações ecológicas.

Assim como na vida dos animais, a nossa vida também é feita de relações: afinal nós também somos seres vivos!

“A vida é sobre as pessoas que você encontra e as coisas que você cria com elas” (The Holstee Manifesto)

Adoro esta citação pois ela enfatiza o porque estamos neste mundo: para criar e viver relações!

E as nossas interações de melhor qualidade são aquelas que resultam em um benefício de ambas as partes (como no mutualismo, certo?)

Muitos de nossos problemas terminariam se seguíssemos esses simples, mas eficazes princípios:

Criar relações ecológicas de ótima qualidade:

  • Com nós mesmos
  • Com os outros
  • Com o mundo

Parece uma empresa impossível, mas não é! Basta praticar!

Esse cultivo não se baseia em medidas racionais e métricas, mas em observar como nos sentimos em relação a certos aspectos do nosso dia-a-dia.

Então olha só os principais elementos para cultivar relações ecológicas de ótima qualidade:

respeito amor

Prestar Atenção

Em si mesmo: Sentir como você está neste momento, fazendo atenção ao que seu eu-interior te diz.

Nos outros: Atenção para quem é a pessoa com que você está interagindo? Como ela está? Que sinais ajudam a compreende-la agora?

No o Mundo: Animais, flores, e um inteiro bosque também tem a sua identidade a ser notada e respeitada

atenção ursos

Escuta

De si mesmo: Se escutar antes de interagir com o outro. Percebendo quais sentimentos, pensamentos, preocupações, sensações físicas aparecem no agora.

Do outro: Prestar atenção ao que o outro te fala, sem desdenhar ou subestimar nada. E sem se perder nos próprios pensamentos.

Do mundo: Se abra ao que o mundo te conta. Perceba os sinais de cada manifestação ao seu redor

relações consigo natureza

Respeito

Por si mesmo: Aceite sem criticar ou julgar o que percebe em si mesmo.

Pelo Outro: Respeitar e apreciar a diversidade do outro, encarando-a como uma ótima oportunidade de crescer e aprender

Pelo mundo: Se conscientizar que cada ser e elemento presente no mundo tem o direito de existir e ser tratado com respeito

Presença

Para si: Estar atento ao seu estado físico-mental-emotivo te coloca no agora e te guia conscientemente na tomada de ações e decisões

Para o outro: Ver o outro através das próprias percepções, no momento presente, e não se deixar influenciar por preconceitos

Para o mundo: Se conscientizar de fazer parte de um mundo muito mais vasto, sábio e antigo do que nós

respeito, presença, empatia

Empatia

Consigo: Ser o seu melhor amigo, aliado, aquele que dá suporte. Perceber, sem se deixar abater, todos os diversos estados de espírito e pensamentos, mesmo contraditórios, dentro de si.

Com o outro: Se esforçar para ver as coisas do ponto de vista do outro, tentando se colocar no lugar dele.

Com o mundo: Se abrir para perceber os pontos de vista de outros seres e elementos da Terra. Como num jogo de criança, deixar livre a imaginação e o coração aberto para novas perspectivas!

Diálogo

Consigo: Conversar com diferentes partes de si mesmo. Estando aberto para ouvir diversos pontos de vista.

Com o outro: Mesmo respeitando o ponto de vista do outro, falar o próprio ponto de vista, tomando cuidado para não ferir, generalizar ou julgar.

Com o mundo: Escolher um interlocutor no mundo natural e se abrir com ele (em voz alta ou mentalmente). Se predispor à ouvir a sua resposta.

dialogo com a natureza

Sinergia

Consigo mesmo: Decidir como agir com base no próprio estado interior e nas condições externas. Assumindo a responsabilidade e consequências do que faz

Com o outro: Saber como está o outro e o seu ponto de vista abre a possibilidade de fazer algo junto, se tiverem condições para isso.

Com o mundo: Se abrir para a relação de qualidade com o mundo é um passo fundamental para descobrir o que se quer da vida, e entender o que o mundo quer de você!

Sinergia RElação Ecológica

E você? Tem conseguido cultivar esses princípios?

Conte nos comentários se você bota em prática esses princípios (ou outros) para criar relações de ótima qualidade.

E se conseguirmos ver o efeito disso ampliado, veremos que para o sistema ecológico planetário esse tipo de relação é a que mais traz resultados sustentáveis: você fica melhor, o outro fica melhor, o mundo fica melhor!

E a boa notícia é que todos nós podemos treinar para cultivar essas qualidades. As dicas estão aí!

Então bora praticar!

PS – Parece banal, mas criar relações de ótima qualidade não é assim tão comum… Por isso deixo de presente um PDF com 3 exercícios da Ecopsicologia para Cultivar Relações Ecológicas de Ótima Qualidade. Se te interessa, clique aqui para baixar.

PPS – Agradecimento especial: post baseado em material do curso de Ecopsicologia (Itália) de Marcella Danon (www.ecopsciologia.it)

(Fotos: Visualhunt)

Isa Gama
escrito por:Isa Gama

Após me Doutorar em Sociologia, conheci e me encantei pela Ecopsicologia. Fiz um Master em Ecopsicologia na Itália, tornando-me uma Ecotuner: uma nova e cativante profissão que reconecta os indivíduos com a natureza interior e exterior, conduzindo à Magia da vida! Acredito que os seres humanos têm o dever e o prazer de amar e proteger a Terra. Meu lema atual é: se o tempo vai passar de qualquer maneira, vou dedica-lo à realização dos meus sonhos!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos