Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
ReflexõesSaúdeVida Natural

7 maneiras naturais de tratar a depressão e a ansiedade

depressão ansiedade

A ansiedade, geralmente, se manifesta através da inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração e tensão muscular. Já a depressão se caracteriza pela tristeza, falta de interesse e de prazer nas atividades. Ao contrário do que muitos pensam, as duas doenças podem vir juntas: quem sofre dos dois, por exemplo, sente-se mais cansado quanto menos se mexe, mas tem o coração acelerado só de pensar no primeiro passo.

De acordo com a OMS, o Brasil é o país com mais incidência de depressão (5,8% dos habitantes) na América Latina e com maior incidência de ansiedade (9,3% dos habitantes) no mundo. Transtornos mentais são a terceira maior causa de afastamento do trabalho no país. Mas temos uma boa notícia: as doenças podem ser tratadas, também, com alimentação e respiração.

Alimentação

O psiquiatra Drew Ramsey, professor da Universidade Colúmbia, nos Estados Unidos, apresentou no último Congresso da Associação Americana de Psiquiatria seus achados sobre os nutrientes cruciais na prevenção e no combate à depressão: ômega-3, magnésio, fibras, zinco e ferro, além das vitaminas C, B1, B9 e B12. Em resumo, ele sugere uma dieta rica em folhas verdes, oleaginosas e peixes (se você for vegano ou vegetariano, leia sobre alternativas).

É importante lembrar que cafeína (café e refrigerantes, por exemplo) e leite (bolos, chocolates e etc) prejudicam a absorção de diversos nutrientes, e vitamina C (laranja e limão, por exemplo) ajuda na absorção. Fazer as escolhas certas na hora de montar seu prato pode ter efeitos na sua saúde mental.

Respiração

Diversos estudos comprovam o efeito das técnicas de respiração no tratamento de doenças mentais. Uma das hipóteses é de que controlar o modo como se respira muda a resposta do sistema nervoso. É algo como: ao perceber que você está respirando, como alguém relaxado, seu cérebro para de produzir hormônios “ruins”, de ativação de estados como alerta ou medo, e passa a produzir hormônios de prazer e relaxamento.

Quanto mais se puder estudar sobre respiração e meditação, mais se adquire controle do seu corpo e, portanto, do seu estado mental e espiritual.

Reconexão

Muitas pessoas sentem hoje uma desconexão entre quem são/queriam ser e o que sentem que é esperado que sejam. Perdem-se nas demandas (reais ou sentidas) da sociedade e, aos poucos, perdem sua noção de sentido e conexão. Outra possibilidade de tratar transtornos de depressão e ansiedade é procurando novas formas de se envolver. Veja aqui dicas simples para se conectar com a natureza.

Comece hoje

Se você sofre de depressão e/ou ansiedade, muito provavelmente, uma de suas dificuldades é começar novos projetos. Mas é possível começar a se tratar de maneiras simples, um passo a cada dia.

Respire conscientemente

A síntese da meditação é se concentrar em sua respiração e não permitir que o mundo te afete. Para começar é simples: sente (ou deite!) em uma posição confortável, feche os olhos e respire profundamente. Inspire por quantos segundos você conseguir e depois expire no mesmo tempo. Repita 10 vezes.

Para ansiedade: uma pessoa ansiosa “inspira mais do que expira”/não consegue soltar a ansiedade. Por isso, é indicado expirar em mais segundos, por exemplo inspire por 7 e expire por 10. Repita 10 vezes.

Para depressão: uma pessoa deprimida “expira mais do que inspira”/não consegue se alimentar de energia. Por isso, é indicado inspirar em mais segundos, por exemplo inspire por 10 e expire por 7. Repita 10 vezes.

Meditação sem religião – qualidade de vida a disposição de todos os credos

Meditação guiada

O ho’oponopono é uma meditação guiada de cura, perdão e gratidão. Em suma, ela se resume em repetir “sinto muito, te perdoo, obrigada, eu te amo”. Você pode encontrar uma versão completa da oração do ho’oponopono em:

Meditação livre

Passe um tempo simplesmente observando sua respiração e suas sensações. Sente ou deite de maneira confortável, feche os olhos e respire profundamente. Pensamentos surgirão em sua mente e coisas acontecerão ao seu redor, mas foque em não se afetar por nada. Estímulos aparecem, mas cabe a você se afetar por eles ou não. Observe seu corpo e vá soltando todos os seus pontos de tensão. Observe sua respiração e deixe-a ser sua única atenção.

Se for necessário, você pode procurar, a princípio, playlists introspectivas.

Atenção: depressão e ansiedade são doenças graves e exigem acompanhamento médico sistemático. Não se auto diagnostique e não menospreze seus sentimentos: procure um profissional. Existem diversas associações, sociedades e universidades que oferecem tratamento gratuito ou por valores populares: não deixe de procurar ajuda por questões financeiras.

Se você estiver lidando com pensamentos suicidas, você pode conversar com alguém do CVV pelo número 141, por chat, Skype, e-mail ou presencialmente.

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta
Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana, vive entre uma comunidade ribeirinha no Pará e uma tentativa de agrofloresta no interior de São Paulo.

2 Comentários

  • Favor enviar o texto por e-mail p fontedjuventude@gmail.com, não consegui ler, meu computador é velho e quando clicamos no texto só apareceu propaganda. mas tenho algumas curiosidades a acrescentar.
    Depressão se cura no Sul da Bahia que é só alegria… Caraíva, Trancoso, Arraial… especialmente e não curamos com água doce… o tratamento é com água salgada do Mar, temperatura 25 a 30 graus o ano todo e respeito a natureza, é água de côco que é reidratante (soro Natural), e Mamão Papaia com mel ao amanhecer em jejum, caminhadas pela praia para descarregar as energias negativas das grandes cidades. venham fazer um test drive, mas cuidado eu vim passear e fiquei… já vivo na fontedjuventude a 7 anos. Tio Ivan 66 anos.

  • Eu já sofri de ansiedade e depressão. Hoje sinto me completamente curado. Tentei muitas coisa para superar, e foram precisos anos de luta contra isto. O que eu posso compartilhar da minha experiência é: a depressão é um problema da pessoa e não dos outros. É preciso que a pessoa mude a sua atitude perante a vida é não ficar à espera que os outros mudem para a agradar. A depressão cura-se com as acções que a pessoa toma nesse sentido, e não com as queixas e lamentações que a pessoa faz da sua vida e tristezas. A pessoa deprimida tem de mudar a sua vida, por vezes mudar de emprego, terminar uma relação. Essa mudança é difícil, por isso a pessoa nunca a fez, e entrou em depressão. E agora deprimida poderá de ser obrigada a fazer essa mudança o que é ainda mais difícil porque esta fragilizada. A depressão resolve se aprendendo a dizer não, a dizer chega, a dizer para, relativamente à abusos que possa estar a ser sujeita. As pessoas deprimidas que conseguiram superar a depressão são sempre pessoas muito corajosas. A depressão resolve-se quando nos aceitamos o nosso destino, por vezes uma doença grave, que nos vai roubar anos de vida. É preciso saber aceitar a nossa vida de acordo com as regras que nos foram impostas. Para tudo isto é preciso muita coragem. A depressão aparece quando a pessoa não consegue mudar, não consegue aceitar. As técnicas neste artigo ajudam a controlar os sintomas mas não orientam na resolução dos problemas de fundo

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos