Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
EntretenimentoMúsica

Astralplane lança Orí, o single que irá compor seu novo disco

17522073_1470551969661760_564478429_oAstralplane

A banda baiana Astralplane lançou essa semana seu novo single Orí. Com um novo disco em produção, que se chamará Redevout, com previsão de lançamento para o mês de abril, Orí veio como um tira gosto dessa nova cara que a banda quer dar para seu trabalho daqui para frente. Mas quem curte aquela psicodelia cósmica do seu primeiro disco Pales Tantral ainda vai poder vê-la em algumas músicas desse novo disco. Mas vamos falar mais sobre Orí.

Novo single Orí

A palavra Orí significa a essência que há em cada pessoa, essa que temos incutidos em nós antes mesmo de nascermos. Esse é o nome da nova canção que traz consigo essa nova fase da Astralplane. A canção é cantada em português, diferente das músicas do primeiro álbum, que eram todas em inglês. Orí é uma mescla de bossa-nova com sons psicodélicos, é a união da música brasileira com o som cósmico. A letra gira em torno da reflexão sobre imensidão que é cada ser e o Universo. Segundo a banda, letra nasceu a partir de conversas com Edson Pereira (pai de Gabriel e Lucas), na qual pensavam na própria existência do ser. A letra fala disso, tendo a mitologia iorubá como guia, mas a interpretação é livre e ampla.

Futuramente, quando for lançado o novo álbum, também será lançado o clipe de Orí. E só para ter uma ideia de como ele vai ser, confere o que a Astralplane está planejando:

A ideia do clipe de Orí, surgiu em homenagem ao bairro do Rio Vermelho, daqui de Salvador. O Rio Vermelho, é a nossa segunda casa e onde nós crescemos como músicos! Nossa ideia é mesclar elementos mais formais, do estúdio em si, com a alegria que é desfrutar do bairro mais boêmio e nostálgico de Salvador. Astralplane

Psicodelia musical: 3 bandas brasileiras que você precisa conhecer

Sobre Redevout

O novo disco que vem por aí traz uma nova Astralplane, composto pelo ritmo brasileiro, mas sem deixar de lado a psicodelia do primeiro. É uma desconstrução para quem nunca ouviu esses dois estilos de músicas em um mesmo som. Mas que no fim, surge uma nova forma de ver a música e perceber que sim, música brasileira e psicodelia tem muito a ver uma com a outra.

Sobre essa nova “roupagem” para suas músicas, a Astralplane comenta o seguinte:

“Bem, a transição surgiu de um consenso entre nós. O Pales foi nosso primeiro contato com a música (como banda) e naquele momento estávamos inseridos num contexto mais voltado para o rock psicodélico e progressivo. A ideia do novo trabalho surgiu de forma bem espontânea, quando nós mesmos despertamos a necessidade de revisitarmos e explorarmos ainda mais os ritmos que permeiam nosso estado e país. Em cima dessa nova percepção, começamos a compor seguindo a essência que nos uniu como banda desde o princípio, porém trazendo um som que fosse mais acessível a todos os públicos e que valorizasse ainda mais as nossas raízes. E o primeiro passo pra isso, foi a nossa decisão de fazer todo o álbum em português.”

O Redevout, assim como Pales Tantral, estará disponível nas principais plataformas de streaming. A exemplo de: Spotify, SoundCloud, YouTube, Deezer, entre outras!

Confira Orí, o novo single da Astralplane:

Se você quiser conhecer mais sobre a banda e sobre suas músicas do último disco Pales Tantral, é só acessar os links abaixo:

Facebook 

Youtube

Spotify 

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Vegetariana por amor ao próximo e praticante de Yoga por amor a si. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos