mantra

Para muitos, os mantras podem soar como algo religioso. Mas o poder da vibração dessas palavras quando entoadas, vai além da religião. Os mantras trazem bem-estar, a prática é simples, podem ser “criados” pela própria pessoa e você pode aprender agora. Que tal?

Você não precisa ser hindu ou de qualquer religião específica para se beneficiar da prática dos mantras.

Pesquisando sobre o significado da palavra “mantra”, percebi que existem algumas interpretações. Filosoficamente falando, mantra poderia ser “man” = mente e “tra” = liberação. Um instrumento de liberação da mente. Alguns colocam como “entrega da mente” ou ainda “proteger a mente”.

Porém, em sânscrito, no significado real da palavra, “man” significa “pensar” e “tra” significa “instrumento para”. Mantra = instrumento para pensar. Isso, traduzindo ao pé da letra. Um instrumento para a mente, uma forma de direcionar os pensamentos.

Mas o que são os mantras?

Você já deve ter escutado alguma vez o mantra “Om”, o som primordial do Universo, um som que alguns mestres iluminados dizem que se escuta com o coração. Geralmente, ele dá início a outros mantras.

Mantras são sons, palavras ou frases, entoadas com um objetivo e um significado específico, sendo de origem tradicionalmente hinduísta e budista. Existem mantras de uma sílaba como o “Om”, frases curtas como “Om Shanti” e alguns mais longos como o Gaiatri Mantra.

Alguns são entoados com objetivos específicos como o mantra para Ganesha, para remover obstáculos. Em todos há uma intenção, seja uma prece, alcançar a iluminação, acalmar a mente, se concentrar, etc.

Como praticar?

Sim, os mantras são uma tradição que veio com a religião. Mas você pode entoá-los (desde que se sinta bem) e aproveitar seus benefícios.

Quando disse que a pessoa poderia “criar seu próprio mantra” não me referia aos mantras sagrados e milenares. Mas sim, da intenção de se vibrar uma determinada palavra ou frase, que faça sentido para você, que lhe traga boas energias.

[Primavera humana: meditação para o florescimento das relações]

Além dos mantras em sânscrito e religiosos, você pode entonar palavras como “Harmonia”, “Amor” ou mesmo frases que façam sentido para você no momento. A ideia é se sentar em um local calmo, respirar profundamente, e permanecer por alguns minutos (5, 10, 20 minutos, você quem decide) entoando as palavras ou cânticos. Sinta como esses sons vibram e quais sensações eles te trazem.

Não há regras nem limite de benefícios quando você se concentra e busca o que libera melhor a sua mente do excesso de pensamentos.

Entoar mantras é uma forma meditativa, ou uma preparação para a prática do silêncio. É uma forma de buscar o equilíbrio, sintonia e ajuda. Porém, é importante estar presente, estar focado na sua intenção ao entoar aquele mantra e não apenas ficar pensando em outras coisas, no que deveria fazer mais tarde, em tarefas, problemas. Se dê esse momento de presente e aproveite a calma que os mantras podem trazer.

Você pode pesquisar alguns mantras e ouvi-los também. Feche os olhos e sinta o som emanado. A experiência fica melhor ainda quando você já sabe o significado daquele cântico (no caso dos mantras em sânscrito, você pode pesquisar os significados e para que eles são entoados). Porque sim, os sons são lindíssimos, e muitas vezes dá vontade de escutá-los, mesmo sem saber do que se tratam. E não há problema nenhum nisso!

Se tudo é energia, e os mantras vibram uma energia que te faça sentir bem, não há problema em escutá-los e apreciar os efeitos. Estar junto à natureza, perto do mar, rio, montanhas e ouvir ou entoar um mantra é uma experiência maravilhosa. Tente isso. Mesmo que seja apenas em sua mente, sem dizer em voz alta. Você é quem comanda.

Você pode murmurar, dizer em voz alta, ou até mesmo mentalmente. Vá trocando a técnica conforme for percebendo que está perdendo a concentração.

Uma outra dica, é repetir as frases do Ho’oponopono por alguns minutos. Essa prática também é fantástica e repetir essas pequenas frases já faz um enorme bem para a alma:

Sinto muito. Me perdoe. Eu te amo. Sou grato.

Repetir “Eu te amo” várias vezes, mesmo que não seja direcionada a alguém ou alguma situação, vibra por si só uma poderosa energia.

[Meditação sem religião – qualidade de vida à disposição de todos os credos]

Efeitos dos mantras

Você pode usar essa prática para melhorar sua concentração, seu foco.

Pode te ajudar a se concentrar antes da meditação, para aqueles que tem dificuldade em silenciar a mente ou deixar os pensamentos irem. Traga sua atenção para o mantra sempre que sua mente começar a dispersar.

A paz mental que vem com a entoação dos mantras não é o objetivo final, mas sim um meio de buscar o autoconhecimento ou de alcançar o seu objetivo específico colocado na prática.

Ainda assim, pode ser uma ótima ferramenta para relaxar, controlar ansiedade e o estresse.

Durante séculos, os mantras são usados, por mestres espirituais e pessoas de todo o mundo, principalmente no oriente, como prática espiritual e para transmutar energias.

É um assunto muito vasto e fascinante.

Toda técnica que vem para o bem, pode ser praticada por qualquer pessoa.

Assim como uma música pode te fazer um bem enorme, uma oração ou uma leitura, o mantra também pode ser uma bela experiência. A prática te leva a entrar em contato com o ser divino que você é. Te leva a entrar em contato com você mesmo, a esquecer um pouco o mundo externo, se conhecer melhor.

Esse aqui é um dos mantras que mais gosto e tem o objetivo de despertar o amor em todos:

Espero que você possa sentir essa energia!

Gratidão!

Coloca aqui nos comentários se você tem algum mantra para compartilhar com a gente!

Ana Reis
escrito por:Ana Reis

Sou Ana Carolina, de Niterói no Rio de Janeiro. Curiosa e pronta para aprender sobre vários assuntos! Apaixonada por natureza, viagens, turismo, montanhas, culinária saudável, cidades pequenas, trilhas, praticar esportes, pelo verde das matas e pela intrigante busca do “quem somos nós”. Acredito que todos temos dons para compartilhar com o mundo, e um dos meus é compartilhar palavras, textos e ideias para refletir. Desejo viajar pelo mundo, mas sempre voltando ao meu lugar e compartilhando conhecimento! Busco através da meditação, da técnica EFT, e de outros métodos de autoconhecimento, encontrar clareza na minha vida e ajudar outras pessoas. Acredito que todo ser vivo é nutrido de amor, e é nossa missão espalhá-lo por aí!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos