AlimentacãoReceitasSaúdeVida Natural

Alimentação alcalina – a alimentação que nos transforma

vegetables-1620537_1280

A alimentação deve ser um ato consciente, estamos alimentando nosso corpo. Ao fazer isso, devemos saber quais alimentos nos fazem bem e quais nos fazem mal. Ao ingerirmos uma maçã, por exemplo, ela nos fornece nutrientes que percorrem pelo nosso corpo através do sangue, até serem todos absorvidos. Todo nosso corpo “sabe” que comemos maçã e se modifica por causa dela. Há alimentos que tem efeitos alcalinos e outros ácidos em nosso organismo. Precisamos saber quais deles fazem bem a nós e quais não fazem.

Vocês se lembram da aula de química, em que aprendíamos quais alimentos são ácidos e quais são base (ou alcalinos)? Para fazer essa medição era utilizado uma tabela de pH. A água, por exemplo, tem um pH neutro, pois ela está bem no meio dessa linha que diferencia ácidos de alcalinos.

Nosso corpo vive de forma a equilibrar o seu pH, que varia conforme nossa alimentação e nossa consciência.

Nosso corpo deve ser mais alcalino ou mais ácido?

Nem tão ácido e nem tão alcalino, mas sim levemente alcalino. Os valores que definem o pH são os seguintes:

  • pH ácido : 0 a 6,99
  • pH neutro: 7
  • pH alcalino: 7,01 a 14

O pH do nosso corpo deve se manter entre 7,36 e 7,42, portanto, levemente alcalino. Para isso, devemos ingerir mais alimentos de função alcalina.

Quando ingerimos alimentos de função ácida, nosso corpo tende a ficar mais ácido. Nosso corpo reage de acordo com o que comemos.

8 alimentos para melhorar o seu humor

O que acontece se nosso organismo ficar ácido?

Atitudes mentais e hábitos alimentares que tem efeitos ácidos ou que geram radicais livres devem ser reconhecidos como vilões do envelhecimento precoce das células, que ao longo do tempo e, dos mesmos hábitos, desencadeiam desarmonias metabólicas ou doenças.

É em um organismo mais ácido que doenças aparecem. Essa é uma condição propícia para as doenças prosperarem, pois é nesse meio que observa-se a queda das respostas imunológicas. Quando morremos, por exemplo, nosso corpo fica ácido, só assim as células começam a serem destruídas.

Uma pesquisa mostrou que foi possível conservar por cerca de 28 anos as células cardíacas de um embrião de galinha. Quem conseguiu esse feito foi o Dr. Alexis Carrel, ganhador de um prêmio nobel. Ele conseguiu que elas ficassem vivas porque as deixou imersas em um fluido ligeiramente alcalino.

Isso é incrível!! E só vem a contribuir para que cuidemos da nossa alimentação e deixemos nosso organismo o mais equilibrado possível.

Alimentos alcalinos versus alimentos ácidos

Antes de falarmos quais são os alimentos alcalinos e quais são os ácidos, temos que entender a diferença entre alimentos alcalinos e alimentos com efeito alcalinizante.

Há alimentos que são ácidos ou alcalinos. E há alimentos com efeito alcalino ou ácido.

Vamos pegar como exemplo o limão. Este é um alimento ácido. Mas ao ingerirmos ele tem efeito alcalinizante.

Feito essa diferenciação, os alimentos com efeito alcalinizante são:

  • frutas frescas e secas;
  • legumes; verduras;
  • sementes cruas ou germinadas;
  • raízes.

Já os alimentos com efeito acidificante são:

  • produtos refinados (açúcar refinado e farinha branca);
  • alimentos industrializados;
  • carnes;
  • proteínas animais;
  • frituras;
  • alimentos congelados;
  • alimentos muito cozidos;
  • bebidas gasosas;

Enfim, esses são só alguns.

Abaixo temos um gráfico mais completo de quais alimentos têm efeito acidificante e quais têm efeito alcalinizante (partindo de que pH de 0 a 6 é ácido, 7 é neutro e 8 a 14 é alcalino):

Mas não quero dizer aqui que você só deve consumir alimentos com efeitos alcalinizante. Podemos continuar comendo o que já comemos, mas inserindo mais alimentos alcalinos. Para que no final das contas a relação ácidos X alcalinos esteja mais alcalina.

5 motivos para incluir os cogumelos no seu cardápio

O poder presente no limão!

Apesar de ser uma fruta ácida, este tem efeito alcalino quando ingerimos. O limão é um excelente agente alcalinizador para o corpo. Imediatamente, após o ingerir, ele já age de forma a alcalinizar o sangue com os citratos de cálcio, magnésio, ferro e outros.

O ácido cítrico do limão (5 a 7% no suco fresco)**, transforma-se no organismo em citratos de sódio, cálcio, magnésio e ferro, sais alcalinos, que causam rápida alcalinização do meio humoral, neutralizando e tamponando estados doentios de acidez. Conceição Trucom

Mas o limão, sozinho, não faz milagre. Ele deve ser consumido com os outros alimentos citado acima. Assim, ele terá seu poder de alcalinizar potencializado. Uma ótima ideia é utilizar o limão junto com os sucos verdes ou desintoxicantes ou colocar seu suco nas saladas, como forma de temperá-las.

Porque a alimentação alcalina fazem bem ao corpo humano?

Abaixo listamos* mais algumas das vantagens da alimentação alcalina:

1. Ao consumir mais frutas e legumes melhoramos a relação Potássio/Sódio, o que pode beneficiar a saúde óssea, a redução da perda de massa muscular, e também atenuar outras doenças crônicas como hipertensão e acidentes vasculares cerebrais (AVC’s).

2. O aumento da hormona de crescimento resultante da dieta alcalina pode melhorar muitas situações tais como a saúde cardiovascular, a memória e a cognição.

3. Um aumento do magnésio intracelular, necessário ao funcionamento de muitos sistemas enzimáticos, é outro dos benefícios adicionais da dieta alcalina. A existência de magnésio disponível, necessário para ativar a vitamina D, resultaria em inúmeras vantagens adicionais nos sistemas apocrino/ exócrino em que a vitamina D intervém.

4. A alcalinidade pode resultar em benefício adicional de alguns agentes quimioterapêuticos que requerem um pH mais elevado.

Outros agentes alcalinizantes

Além da alimentação, a atividade mental, as emoções, sentimentos e atividades físicas podem alcalinizar ou acidificar partes do organismo em frações de segundos.

Uma pessoa com o corpo levemente mais alcalino tende a ter mais emoções relacionadas a empatia, afetuosidade e compaixão. Esta também tende a vivenciar frequências, sentimentos e experiências mais prazerosas. O estado meditativo, o viver em amor, o bom humor, o positivismo e o prazer de estar vivo são considerados “alimentos” potencialmente alcalinizantes.

Praticar atividades físicas também potencializa o efeito alcalinizante no nosso corpo.

Já sentimentos como estresse, irritação e ansiedade são potenciais para acidificar o sangue, e quando o sangue está mais ácido há mais estresse. Um organismo acidificado tende a manifestar emoções e reações ácidas, como raiva, inveja culpa, ciúme, excesso de julgamento e crítica, calor em excesso, etc.

Alguns lanches alcalinos rápidos para você preparar durante o dia

Para facilitar sua vida e deixar sua alimentação mais rica em alimentos com efeitos alcalinizantes disponibilizamos para vocês algumas receitas rápidas de sucos e lanches. Confira:

Sucos

1. Suco refrescante

1 xícara (chá) de melancia picada (com as sementes fica mais digestivo) + ½ xícara (chá) de hortelã (folhas e talos) + suco fresco de 1 limão médio.

2. Suco verde

Folhas de couve + pedacinho de gengibre + maçã + suco de laranja.

3. Suco doce e refrescante

2 maçãs picadas (sem sementes) + ½ xícara (chá) de hortelã (folhas e talos) + suco fresco de 1 limão médio + suco fresco de 1 laranja + 1 mão de semente de girassol germinado.

Lanches

1. Ratatouille

1 abobrinha + 1 berinjela + 3 tomates + molho de tomate caseiro + azeite de oliva + temperos a gosto.

Cortar em rodela a abobrinha, a berinjela e os tomates. Distribuí-los em uma forma alternando os ingredientes. Despejar o molho de tomate, azeite de oliva e temperos (orégano, salsinha, cominho, …). Levar ao forno com 200 ºC por até 40 min (a forma deve estar coberta com papel alumínio) .

2. Salada mediterrânea

Misture manjericão, azeitonas, cebola e rúcula e os tempere com azeite de oliva a gosto.

3. Bananada de verão

2 bananas nanica BEM MADURAS + 6 amêndoas previamente hidratadas por 12 horas + suco fresco de 1 limão e raspas da casca. Bater tudo no liquidificador e beber mastigando.

Fontes:

Doce Limão

Cura pela Natureza

Dieta Alcalina*

Projeto Alimento Desperto

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi

Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Vegetariana por amor ao próximo e praticante de Yoga por amor a si. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

1 Comentário

  • Isso quer dizer que qualquer alimento, mesmo o limao, se for congelado (costumo congelar para guardar) se transforma em acidificante?

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos