SaúdeSustentabilidadeVida Natural

9 perguntas e respostas sobre o coletor menstrual

coletor menstrual

Embora pareça estranho, esse texto não é somente para as mulheres, mas também para filhos, amigos, irmãos, maridos, namorados, enrolados, para quem interessar em informar e de certa forma ajudar uma mulher a ser mais feliz e livre!

O assunto é: COLETOR MENSTRUAL!

coletor menstrual

Menstruação é um assunto que quando falado as mulheres nem sempre ficam felizes, pois para muitas é algo incômodo e chato, além das questões sociais que ainda existem. Passar o dia todo de absorvente não é fácil, ainda mais se tratando de um país tropical como o Brasil.

As mulheres e seus ciclos

O corpo feminino passa por diversas mudanças ao longo do mês e a menstruação é uma perda de “sangue” que ocorre periodicamente, devido aos estímulos hormonais, onde a superfície do endométrio se rompe e é excretado um fluído com aparência de sangue. Junto deste fluído, para a maioria das mulheres, vem junto a TPM e a cólica, ou seja, é um período muito difícil para o sexo feminino (e muitas vezes para o masculino também!).

Datado de muitos séculos atrás, o absorvente já era utilizado para conter o fluxo sanguíneo na fase menstrual da mulher. Ao longo dos anos, ele foi sofrendo melhorias. No século passado, as mulheres usavam “toalhinhas”, que nada mais eram do que uma faixa de tecido dobrada em três partes, depois lavada e reutilizada. Certamente, muitas mães e avós saberão nos explicar bem como isso funcionava!

[Absorvente de pano: saudável, ecológico e econômico]

Porém, pensando no bem-estar da mulher, hoje temos várias opções e tipos de absorventes no mercado e também os famosos absorventes internos, que não deixam de ser uma boa alternativa. Só que, ainda assim, ele traz desconforto e mau cheiro quando retirado.

A revolução do copinho

Aí, aqui, entra o queridinho coletor menstrual ou copinho menstrual, que vem sendo uma ótima estratégia para substituir os absorventes descartáveis durante o período menstrual. Ele é uma opção mais confortável, econômica e ecológica e está caindo no gosto da mulherada!

Pra quem ainda não conhece, o coletor é um copinho de silicone medicinal, hipoalérgico e antibacteriano, que introduzido coleta o fluído menstrual. Existem várias marcas no mercado e cada uma tem sua especificação, alguns garantem que a mulher pode ficar de 8 à 12 horas com o coletor sem precisar retirar. Dependendo, obviamente, da intensidade do fluxo menstrual.

Os coletores menstruais mais conhecidos no mercado são feitos de silicone flexível que se adapta perfeitamente ao corpo. Isso faz com que se esqueça que está utilizando e até mesmo que está menstruada, ou seja, te dá mais liberdade.

Coletor menstrual

[Ecologia feminina]

O copinho é ecologicamente correto

Além de liberdade, eles são ecologicamente corretos, pois diminui imensamente o número de absorventes descartados, porque eles são reutilizáveis. Curiosamente, durante sua vida, a mulher usa cerca de 10 mil absorventes. Os absorventes externos levam cerca de 100 anos para se degradar na natureza, enquanto os internos leva até 1 ano. Imagina isso multiplicado pelas mulheres no mundo? Imagina a economia feita, uma vez que o coletor menstrual custa entre R$80,00 e R$100,00 e pode ser utilizado de 5 à 10 anos, desde que higienizado de forma correta!

Com o uso do coletor, muitas mulheres passam a conhecer melhor os seus corpos e a respeitar o período menstrual.

9 perguntas e respostas sobre o  coletor menstrual

1. Como colocar?

Higienize seu coletor, lave bem as mãos e dobre o copinho como preferir e insira no canal vaginal. Ele irá se acomodar no início do canal da vagina. Como é feito de silicone, sua flexibilidade permite que abra e se molde ao corpo da mulher. É normal que durante o período de adaptação tenha algum incômodo.

2. Quanto tempo dura um coletor? 

Segundo alguns fabricantes, se bem cuidado e higienizado, pode durar de 5 à 10 anos, vai depender da marca escolhida.

3. Como retirar?

Com as mãos lavadas, encontre uma posição confortável e relaxe, pois o relaxamento vai fazer a diferença na hora de retirar. No canal vaginal, procure e segure a haste do seu coletor e tente pegar a base, assim, é só puxar gentilmente, escorregando o copinho de um lado para o outro, puxando pra fora pressionado entre os dedos.

4. Como higienizar o coletor?

Basta água fria e sabão neutro e a cada ciclo o ideal é limpar com água fervente;

5. Qual o intervalo de tempo para esvaziar o coletor?

Vai depender do fluxo menstrual de cada mulher. Com fluxo normal pode chegar até 12 horas sem retirar.

6. Tem mau-cheiro?

Infinitamente menor que os outros tipos de absorvente, pois o sangue não entra em contato com o algodão ou oxigênio.

7. Incomoda?

Certamente, nas primeiras vezes que usar sim. Mas com o tempo a mulher vai conhecendo seu corpo e encontrando a melhor forma de colocar e retirar.

8. Quais os tamanhos dos coletores?

Isto vai depender da marca, mas a maioria tem duas opções: para mulheres que já tiveram filhos e outro para mulheres que ainda não tiveram.

9. Pode praticar esportes?

Sim! Claro! Você pode malhar, pedalar, nadar, correr!

Como usar coletor menstrual

Algumas marcas de coletores menstruais encontrados para comprar pela internet

Certamente, o copinho menstrual é um assunto que desperta a curiosidade de muitas mulheres e, com isso, muitas dúvidas surgem. E, caso isso aconteça, não deixe de consultar seu ginecologista, não deixe de perguntar para amigas que já usam, tire todas as suas dúvidas com o fabricante e lembre-se: compre produtos de qualidade e tenha muita higiene ao manusear e utilizar o ser amigo coletor!

Thais Ferreira
escrito por:Thais Ferreira

Libriana, mineira, vegetariana, sempre descabelada e roceira de coração! Tenho necessidade de montanhas, cachoeiras e sentir a brisa do fim da tarde de outono. O simples me encanta. Me interesso por yoga, bike, permacultura, cães, pessoas, sagrado feminino e gentilezas. Buscadora de conhecimentos, cachoeiras e pores-do-sol. Prezo a liberdade e a justiça. Formada em direito, mas na veia tenho mesmo é o sangue ambiental. A frase que carrego comigo: “Seja gentil sempre que possível. Sempre é possível”, pois acredito que o amor e a gentileza podem mudar o mundo!

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos