Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
Horta OrgânicaSaúdeVida Natural

4 maneiras de manter sua horta livre da Monsanto

1

Se você tomou a decisão de que a partir de agora você vai plantar seu próprio alimento, você necessita ler este texto. Na verdade, mesmo que você não seja um agricultor ou tenha uma pequena horta, a informação contida neste artigo é muito importante para todos nós. 

Como fã das feirinhas de produtores orgânicos locais, fiquei chocada ao ouvir que a gigante Monsanto GMO (Organismos Geneticamente Modificados ou Transgênicos) pode ter uma mão, até mesmo, nas pequenas hortas cultivadas em casa. Em 2007, esta tirana da fabricação de alimentos comprou quase 40% do mercado de sementes de frutas e verduras do Brasil.

A companhia deu um passo importante no Brasil, com a conclusão da integração comercial da De Ruiter, empresa de sementes de hortaliças adquirida globalmente em 2008.

As marcas De Ruiter e Seminis (comprada em 2005) foram reestruturadas, tanto em seus portfólios quanto na estrutura de pesquisa e desenvolvimento.

Os produtos das duas empresas foram redistribuídos entre as marcas. A De Ruiter agora fica apenas com tomate e culturas protegidas (sob estufas ou coberturas) e a Seminis nomeia todos os produtos para as outras culturas.

Planejando cultivar sua própria colheita de tomate holandês? Pense de novo.

Como a Monsanto possui os direitos de todas as sementes sob um nome de variedade, você pode achar que está comprando de um distribuidor de sementes independente, mas eles também são obrigados a pagar a Monsanto os direitos de comercializar essas sementes sob esse nome.

tomato

Eu disse que isso ia ser perturbador. Mas a boa notícia é que existem maneiras de manter a Monsanto longe de sua mesa e fora de seu quintal.

Aqui estão 4 maneiras de manter sua horta livre do gigante GMO

1. Pesquisa

Embora possa parecer óbvio, é preciso um pouco de pesquisa e esforço para verificar se as sementes que você está comprando, afinal, não são de alguma forma filiadas a Monsanto.

No EUA há um site que permite que o comprador de sementes saiba se ela é ou não transgênica.

No Brasil temos um site em que traz informações a consumidores e produtores, sobre quais marcas ou sementes são GMO-livre, ou seja, não são transgênicas. Ainda, no mesmo site, temos pesquisas e conteúdos sobre essas sementes, os ricos que elas trazem para o meio ambiente, para a população e para a agricultura.

2. Banco de sementes

Agradeça ao International Seed Saving Institute! Esta organização está mantendo uma grande quantidade das sementes mais antigas e mais verdadeiras longe das mãos gananciosas do mercado de alimentos da América. Dirija-se ao site do instituto para aprender mais sobre as companhias que mantêm seu produto aparte do GMO.

seeds

3. Plantas para a horta

Não é só a soja e o milho que podem ser transgênicos, as plantas que cultivamos na nossa horta, mesmo que seja pequena podem ter as mãos da Monsanto.

Como sempre, o importante é pesquisar! Pesquise se as sementes ou as plantas que você está pensando em cultivar na sua horta não são transgênicas. Pois, a Monsanto está nessas plantas também.

Sempre procure por sementes ou plantas crioulas. Se onde você mora tiver dessas sementes ou plantas para vender ou se alguém cultiva essas plantas compre-as. Além de estar livre dos transgênicos, você estará ajudando a manter essas sementes vivas.

4. Garantia de Semente Segura

 

seeds

Mesmo se você não está plantando seu próprio alimento, é importante olhar para a fonte de seus alimentos.

Embora o aumento da pressão para rotular alimentos GMO está crescendo, as empresas, para ganhar dinheiro, são induzidas a ocultar a verdadeira natureza dos produtos supostamente cultivados sem GMO. Um rótulo não pode verificar se a própria semente foi criada em um laboratório, então faça um favor a si mesmo e saiba mais sobre a cadeia de suprimentos.

soil

Traduzido e adaptado de : Healthy Holistic Living

Charlene Peruchi
escrito por:Charlene Peruchi
Uma sonhadora, que acredita num mundo melhor e nos seres humanos vivendo em harmonia com a Natureza. Amante da fotografia, do artesanato e de músicas incomuns, diz que não viveria por muito tempo sem a arte na sua vida. Vegetariana por amor ao próximo e praticante de Yoga por amor a si. Em resumo, é um ser complexo que gosta da vida simples.

1 Comentário

  • Oi, vocês falaram sobre uma feira internacional que protege as sementes não “monsânicas”. Não sei se vocês sabem, mas parece um local legal para difundir, no Brasil já está acontecendo a II Feira de Sementes Criolas de Pirenópolis, pelo Associação Novo Encanto. Eles dão bastante valor para isso. Então para moradores de Brasília e Goiânia e região é um local legal para obter essas sementes “não monsânicas”. Abraço.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos