Jardim do Mundo
menu
Jardim do Mundo
mundo sustentável

Quando pensamos em sustentabilidade e vivemos em uma cidade grande, é difícil entender como, no meio de tanto concreto, podemos experienciar e implementar comportamentos sustentáveis. Se você não pode “viver do que a natureza dá”, pelo menos podemos mudar pequenos hábitos para diminuir seu impacto e tornar o mundo sustentável.

A lista abaixo oferece possibilidades:

1) Se você está em casa, você não precisa dar descarga em cada xixizinho

Cada descarga usa dezenas de litros de água, e se a tampa do vaso ficar fechada ela pode esperar.

2) Não use o canudinho sempre que possível

Ele certamente é apenas um luixo quando você está usando um copo de plástico.

3) Quando comer fora de casa, opte por pegar talheres e guardanapos que não estão individualmente embalados

Essa embalagem não desempenha nenhuma função além de produzir lixo.

4) Carregue seu próprio copo/caneca

Se você faz questão, já existem empresas que produzem copos dobráveis para carregar – mas provavelmente você tem alguma caneca resistente em casa.

[Sustentabilidade no dia a dia: usando bucha vegetal para lavar louças]

5) Se promover um evento, opte por contratar empresas sustentáveis, pequenas e  locais

Opte também por usar o mínimo de descartáveis e conheça soluções biodegradáveis como o copo de mandioca.

6) Reutilize suas embalagens

Se você pegou um saquinho no supermercado, ele servirá perfeitamente para o seu lixo (você não precisa comprar um saco de lixo). Se recebeu algo do correio, guarde a caixa por alguns dias: é bem possível que você conseguirá reutilizá-la. Se comprou algo industrializado, lave e guarde a embalagem (garrafas de água e suco são ótimos recipientes para guardar a ração de seus animais).

7) Opte por produtos sustentáveis

De areia biodegradável para gatos à alimentação de origem agroecológica, quase tudo é fácil de encontrar em uma grande cidade. Também existem diversas opções (como a zona cerealista, em São Paulo) para compra de produtos a granel (e portanto não embalados).

[Sustentabilidade e auto-suficiência: 3 comunidades alternativas em um só documentário]

8) Consumo local

Produtos de longe sempre parecem exóticos e podem até ser vendidos como saudáveis (sal do Himalaia, quinoa, lã peruana), mas a natureza não produz nada em escala global. Consumir localmente é incentivar a produção local de produtos sustentáveis, é optar por não se utilizar de toda a cadeia de transporte para algo chegar a você. E como bem sabiam nossos avós, nada mais saudável do que comida fresca: direto da horta é mais saudável do que o que precisou passar por um processo para aumentar sua durabilidade. Você vai perceber que até suas idas ao médico diminuirão.

9) Sempre que possível, opte por refeições veganas

Você não precisa se dizer vegana e nunca usar mais nada de origem animal logo no primeiro dia, apenas exercite experimentar refeições veganas. A sua saúde também agradecerá!

10) Evite o carro

Exercite fazer o maior número possível de viagens a pé, de bicicleta ou com transporte público.

11) Se precisa de algo, tente usar o que já existe

Pegue emprestado, troque, compre usado, faça você mesmo e só em última hipótese compre algo novo.

Por fim, diversos espiritualistas e cientistas defendem que 21 é a quantidade de vezes que você precisa fazer algo para que ela se torne um hábito. Que tal experimentar uma vivência pessoal de 3 semanas de sustentabilidade e sentir se, além de mudar o seu mundo, ela também pode te mudar?

Amanda Matta
escrito por:Amanda Matta

Filha de Ogum e Oxum, estudante de tudo que pode nos levar ao reenvolvimento: educação, política, meio ambiente, nutrição, cultura, espiritualidade. Paulistana de sangue mineiro e alma pernambucana, vive entre uma comunidade ribeirinha no Pará e uma tentativa de agrofloresta no interior de São Paulo.

Deixe uma resposta

Junte-se a nós! Receba inspirações para uma vida mais leve no seu email.

Siga-nos